Baías e Baronis – Nacional vs FC Porto

Foto retirada do MaisFutebol

A ideia que fica, de acordo com os sempre geniais e imaginativos comentários da TVI, é que o Nacional é a pior equipa do mundo e o FC Porto ganhou com algum mérito mas em grande parte graças à inépcia do adversário. Não está mal para neuróticos, mas o adepto normal, aquele que viu o jogo, apercebeu-se da solidez defensiva do FC Porto que não deixou o Nacional progredir no terreno como é hábito e marcou dois golos quando podia ter marcado pelo menos onze. Vamos a notas:

(+) João Moutinho Depois do jogo de quinta-feira, Moutinho hoje fez mais um excelente jogo. Mais audacioso do que tinha feito contra o Rapid, esteve nos principais lances de ataque do FC Porto e acima de tudo continua a jogar com inteligência muito acima da média e a ser o pêndulo da balança que é o nosso meio-campo. Entre a força e solidez de Fernando e o desaparecimento deliberado de Belluschi, Moutinho equilibra, joga e faz jogar. Merecia o golo naquela jogada individual de drible, tão rara quanto meritória no jogo do nosso novo playmaker.

(+) Maicon Parecia que Rolando era o menos traquejado e Maicon era o mais experiente. Raramente perdeu a noção do jogo e das trajectórias que teria de cobrir, esteve mais uma vez em excelente nível. Ainda lhe falta encontrar um adversário muito bom (o jogo contra o Benfica não conta porque ambos os avançados estavam em muito baixa rotação) para provar o seu valor mas estou a gostar cada vez mais. Não estragues a imagem, rapaz!

(+) Varela Mais um jogo, mais um golo. Mais rápido e mais decidido que Hulk, arrastou muito bem o jogo para a frente pelo seu flanco e apareceu muitas vezes desmarcado na perfeição, pecando, como de costume, no controlo de bola. Se não tivesse tijolos em vez de pés…já não estava no FC Porto.

(+) Sapunaru Olha que rico jogo me fez este gajo. Simples, prático e…até passou o meio-campo, o que dá para perceber a pouca capacidade do Nacional criar perigo nas alas. Falhou um golo em frente a Bracalli mas conseguiu um excelente jogo e apesar de continuar a perder para Fucile na agressividade ofensiva, esteve bem melhor a subir no terreno do que é costume.

(+) Fernando Quase perfeito na rotação de bola no meio-campo, apareceu várias vezes a levar a bola para a frente (vertical, meus amigos, nunca pensei ver o rapaz a fazer isto!!!) e só por inadaptação e alguma falta de espontaneidade não conseguiu marcar um golo ou fazer uma assistência de morte. Muito bem defensivamente, sempre a roubar as bolas aos médios contrários em força, com a garra que já nos habituamos. Muito bem.

(-) Rolando Quem era o rapaz a jogar ao lado do Maicon? Sim, aquele que parecia um júnior a dominar a bola e a deixá-la bater 43 vezes antes de lá ir, com pouca segurança e atabalhoado? O que fez (mais) um penalty tão infantil quanto desnecessário? Ah…é internacional A? Português? Não parece.

(-) A ousadia da patinagem Não percebi o porquê de ver os jogadores do FC Porto a deslizar pelo campo como qualquer Evgeny Pluschenko. Desde o início que vi Falcao a perder aderência e Hulk a fazer três ou quatro triplos-mortais que até fazia confusão. Não terão percebido que o relvado estava tão escorregadio que parecia musgo?!

(-) As claques do Nacional Começaram com os bombos. Se não havia força para tocar nos bombos, havia cornetas. Se as cornetas estavam em surdina, lá vinha a sirene de nevoeiro. Caso a sirene falhasse, siga para os guinchos intoleráveis da claque feminina do Nacional, que emanam o som mais irritante que ouvi desde que vi o Exorcista com auscultadores que cancelam o ruído. E aposto que o Jardim proibiu as vuvuzelas, senão ainda tínhamos de as aturar. Ainda se queixam que há pouca gente nos estádios? Pudera.

Cinco jogos, cinco vitórias. Não se podia pedir mais a Villas-Boas, e a gestão do plantel está a ser feita com alguma contenção mas com regra e com equilíbrio. Ainda estou à espera de ver jogar Otamendi, James e Walter. O problema é que os 15/16 que têm jogado não estão a dar hipótese ao resto do pessoal, por isso vão ter de esperar o seu momento. Com tranquilidade, em homenagem ao nosso novo seleccionador.

9 comentários

  1. Também não é tão verdade que o Rolando esteve assim mal; dobrou o Sapu muitas vezes e cortou cirurgicamente algumas bolas manhosas… acho é que também esteve naquele género de patinador, e daí que tenha às vezes parecido trapalhão…
    Nota menos deveria era ter levado o relvado e a colocação das câmaras da tvi; relvados assim podem magoar os jogadores (o tal dos pés de tijolo, não sei como não se lesionou, tantas foram as vezes que ficou como as botas presas no relvado) ; jogos assim filmados não só podem magoar como magoam mesmo os olhos dos tele-espectadores!

  2. O nosso objectivo foi alcançado, facturamos + 3 pontos, e já estamos á espera do próximo jogo, que este já faz parte do passado. Eu até atrevo-me a dizer, que mais valia acabar já com este campeonato e começar já outro. :)

    Força porto allez, allez.
    Cumprimentos,
    ultrasfcportomatosinhos

  3. Caro Jorge,

    foi um bom jogo que resolvemos com facilidade. Acho que o mais dificil foi jogar naquele relvado e ouvir aquelas cornetas.. isso para quem está no estádio. Para quem está em casa, o mais dificil do jogo são os comentadores. Fica aqui um excerto da minha análise:

    Comentadores TVI – Segundo estes senhores, o Porto ontem ganhou á pior equipa da Liga e a uma cambada de desesperados. Pelo menos 5 vezes vieram com a história de que o presidente do Nacional perguntava ao treinador que jogo era aquele… eu a pergunta não sei, mas acho que o treinador devia estar a responder "ó presidente, estes gajos não são os coxos do galinheiro, estes jogam á bola!"

    Saudações azuis e brancas

  4. Se não foi uma exibição brilhante, foi uma vitória justa, indiscutível, que até peca por escassa.

    Quanto aos comentadores, nem vale a pena perder tempo, quanto mais ganhamos mais aziados eles ficam e como toda agente sabe, a azia perturba, incomoda…Mas nada que uns Kompensan ou Rennie não resolvam!

    Moutinho, caro ou barato?

    Um abraço

  5. Eu com estes comentadores, seja na TVI, na SIC (é Gaitan!!!), n'ABola ou no TVI24h (o Seara até fugiu ontem) só me faz esboçar um sorriso largo na cara. Daqueles parvos que só um gajo despreocupado e feliz da vida consegue fazer. É verdade, metemos mesmo muito nojo :)

  6. Mais um jogo, mais uma vitória. Parece ser o lema desta equipa portista liderada por André Villas-Boas, que conta por vitórias todos os jogos oficiais disputados esta época.

    Com humildade, trabalho, entreajuda, espírito de sacrifício e ambição, este grupo de trabalho faz o seu percurso imaculado, sem espalhafato, sem propaganda e sem o histerismo da CS. É assim que deve ser, é assim que eu gosto, é à FC Porto!

    Não foi um grande espectáculo de futebol, longe disso, mas os Dragões deixaram evidente no relvado húmido e escorregadio do estádio Madeira a sua superioridade, selando um triunfo justíssimo que só peca por escasso, tal o número de ocasiões de golo desperdiçadas (incluindo uma penalidade máxima), umas vezes graças à exuberância do guarda-redes Bracalli, outras por ineficácia dos rematadores portistas.

    Maicon foi para mim o melhor jogador portista (o melhor em campo foi Bracalli, logo seguido de Moutinho (que bela exibição)e do insuspeito Fernando.

    Pena que alguns atletas tenham denotado inadaptação ao relvado (Hulk esteve desastrado)e outros aparentemente alheados do jogo.

    Esta equipa merece mais regularidade exibicional pois tem matéria-prima para o conseguir, como demonstrou já esta época.

    Se não puder ser Ópera, que seja a «Valsa» vienense/87, para contrastar com o Fado Calimero e a «Pimba» das papoilas saltitantes.

    Um abraço

  7. Caro amigo, ontem sim, o Moutinho convenceu-me (na primeira parte ele faz um passe de 30 metros com o pé esquerdo para o Varela, em profundidade, muito bom). Se mantiver a regularidade é uma grande mais valia para nós. Quanto à equipa, exibição tranquila contra um adversário macio (os comentadores são uns palhaços, mas o Nacional não jogou nada) e que soubemos muito bem controlar. O nosso meio-campo está a jogar muito, gostei do Fernando com confiança a sair para jogar. Não gostei do Falcão, achei-o desligado do jogo, o Alvaro fez, se calhar, o melhor jogo desde o inicio da época e o Souza desta vez desiludiu-me, entrou trapalhão e com vontade de fazer tudo depressa. O Hulk jogou pouquinho mas também já sabemos que não consegue manter sempre os mesmos niveis de eficácia, é inerente à forma de ele jogar e temos que compreender isso. Acho que estamos no bom caminho.

  8. @Miguel: ontem nem esteve mal, só precisa de ritmo…

    @Sá/Revolta: é só rir, já não me chateio :)

    @Vila: concordo a 100% com a análise ao Hulk. não vai fazer sempre jogos como o que fez contra o Braga e temos de ter noção disso. há que ter alternativas e por agora temos mostrado que estamos preparados!

    @Vila Pouca: na minha opinião 11 milhões é sempre caro, mas somando Tomás Costa, Prediger e Valeri…ultrapassa-se esse valor e a rentabilidade não chega a 10% do que Moutinho pode dar :)

    @ultrafcp: ainda é cedo, rapaz, vamos com calma…

    @reine margot: acho é que o Rolando já tinha de ser melhor jogador do que é e está a estagnar. o Maicon, que não tem tanta experiencia, parece muito mais calmo e inteligente a jogar.

Deixar uma resposta