Votação: Otamendi tem lugar no onze titular?


Otamendi chegou ao Dragão depois de um campeonato to Mundo em que jogou adaptado a lateral direito, ele que é central de raiz. As prestações não foram estelares mas mostraram um rapaz raçudo e pronto a jogar onde o treinador o mandar. No FC Porto será utilizado a central (salvo qualquer imprevisto) e começou a mostrar serviço frente ao Olhanense. Será que tem valor para ser titular? As (mais de 200) respostas dividiram-se assim:

  • Sim, no lugar de Rolando: 50%
  • Sim, no lugar de Maicon: 19%
  • Não, Rolando e Maicon servem: 31%

É…parece que o pessoal continua a concordar comigo. Continuo a preferir ver uma dupla de centrais em que ambos têm competências diferentes, um mais raçudo e outro mais inteligente e suave. É o que dá ter passado a adolescência a ver jogar Aloísio e Fernando Couto juntos…

Próxima votação: Ruben Micael ou Belluschi no onze? (repetição da votação de Fevereiro…agora o contexto é bem diferente!)

5 comentários

  1. Otamendi no lugar do Rolando mas a curto prazo no lugar do puto mimado que é o Fucile (isto se o Sapunaru estiver impedido de jogar).

    Gustavo

  2. A mim parece-me que o Otamendi tem lugar no onze. Precisamos de um central com garra e que volte a dar consistência e agressividade (no bom sentido) àquela zona do terreno. Entre o Ruben e o Belluschi, já agora, parece-me que o primeiro é mais regular. O Belluschi começou bem, mas de há uns jogos a esta parte anda a cair em termos de rendimento e não consegue manter um nível exibicional elevado durante muito tempo.

  3. Quem sabe em 3x4x3?
    Helton, Rolando, Otamendi e Maicon, Fernando, Belluschi, Moutinho e Álvaro, Varela – o da Supertaça, o de Guimarães nem pensar… – Falcao e Hulk. Já viste as variantes tácticas que dá este onze?

    Um abraço

  4. ainda outro dia a discutir tácticas com um amigo (sim, porque aparentemente tenho muito tempo livre) surgiu essa hipótese. questiono-me se o André no jogo contra o Limianos não irá experimentar algo do género, só para ver se funciona como alternativa.

    uma coisa é certa: obrigava o Álvaro a jogar mais à frente, o que era extremamente positivo. ele na rectaguarda este ano só me dá arrepios…

Deixar uma resposta