Ouve lá ó Mister – CSKA Moscovo

André, oitavo-finalista!

E voltamos nós ao Leste. Já não bastava termos tido de jogar na Turquia, Bulgária e Áustria e só nos deram um bocadinho de descanso aqui ao lado em Sevilha (e que rico descanso, não foi? acalma-te, coração!) mas já nos recambiaram para a Rússia! É mesmo para testar a nossa equipa todo-o-terreno, que até agora já jogou em piscinas, campos de neve e no meio de pequenas tempestades de vento e chuva…e desta vez bora lá para um campo sintético com temperaturas de fazer gelar a bela tintinada.

Não incomoda, pois não, André? Nada disso, um gajo até parece que ganha um temperamento diferente a jogar com um briol descomunal, não é verdade? Então  não é, o Falcao até agradece, o rapaz em Viena andava todo contente a atirar bolas de neve aos amigalhaços, hoje até vai sentir falta de ter um boneco com uma cenoura na penca! É pena o Mariano não ter ido senão até podia servir de animação à malta!

Mas falando mais a sério, pá, que isto agora não é para brincadeiras. Oitavos-de-final não é mau, longe disso, mas acho que sabes que a malta está à espera que um gajo chegue aos quartos. É que temos hipótese de passar e por muito que o CêÉsseCápaÁ seja forte (e é), nós também somos. Relvado sintético? O Falcao até domina uma bola na área no meio de um campo de minas kosovar! Frio de bater a dentola? O Hulk arranca por lá fora e põe os russos todos com estalactites no nariz com o vento que lhes arrasta a humidade toda! Equipa forte, coesa e disciplinada? O Guarín derruba-os como se fossem pinos de bowling cirílico!

Estou confiante, nota-se? Não me proves que estou errado!

Sou quem sabes,
Jorge

5 comentários

  1. Bom dia,

    Hoje teremos um jogo difícil em Moscovo.

    Ao longo da sua história o FC Porto tem dado provas que em situações climatéricas adversas, sempre dá a volta por cima, adapta-se, luta e vence.
    O relvado é artificial e tem aquecimento, por isso espera-se um relvado sem muita neve. Esperemos que os nossos jogadores se adaptem à relva artificial.

    Somente o frio e a longa viagem poderão condicionar a nossa equipa.

    O CSKA perdeu diante do Zenit o primeiro troféu russo da época – a supertaça – e por certo irá entrar motivado para tentar dar uma resposta aos seus adeptos.

    O CSKA apesar de não ter sido campeão na época passada, é uma equipa muito organizada, que conta com excelentes valores individuais como o guarda-redes Akinfeev, os defesas Ignashevich,Semberas, e os irmãos Berezutski.
    No meio campo contam com Tosic (excelente jogador, mas que está lesionado e vai falhar esta 1ª. mão), Aldonin, o japonês Honda (um excelente jogador) e Dzagoev (o melhor jogador russo da actualidade).
    No ataque tem dois excelentes finalizadores o jovem checo Necid e o experiente Wagner Love.

    As estatísticas jogam a nosso favor, nos 4 confrontos com o CSKA, nunca perdemos, ganhamos sempre fora, empatamos sempre em casa, e nunca sofremos um golo desta equipa.

    Não obstante o nosso favoritismo, temos de ter uma atitude guerreira, e jogar com afinco.

    É muito importante marcar fora.
    Espera-se um FC Porto forte para dar já amanhã um passo importante rumo aos quartos de final.

    Abraço e boa semana

    Paulo

    http://pronunciadodragao.blogspot.com/

Deixar uma resposta