Na estante da Porta19 – Nº5

O que é que faz um jogador de futebol ser grande? Não no sentido de “ei pá, aquele Crouch é grande!”, mas em termos do seu nome ser repetido ao longo da História ao ponto de fazer com que miúdos e graúdos em qualquer jardim ou campo alugado tentem imitar os seus tiques e emular os seus talentos? É esta a questão que Musa Okwonga tenta responder em “A Cultured Left Foot”, um livro em que estão reunidos onze pilares físicos e mentais que terão de ser atingidos para que um Castro se possa transformar num Essien, um Mangala num Cannavaro ou um Ventura num Schmeichel.

Ao longo de 209 curtíssimas páginas somos transportados através de entrevistas, histórias, estatísticas e acima de tudo a visão e opinião de profissionais da bola, tanto dos génios que chegaram a esse panteão da genialidade futebolística como aqueles, muito mais numerosos, que tentando nunca o conseguiram.

Não tão sociologicamente intensivo como o Soccernomics, referenciado na primeira edição desta rubrica, é um excelente livro para todos aqueles que do fundo do coração e com a alma elevada por uma exibição que acabaram de presenciar, gritam: “oh amigo, até eu com a minha barriguinha marcava aquele golo!”. Se calhar, não marcava.

Sugestões de locais para compra:

2 comentários

  1. Jorge,

    Tu tens noção que me estás a arruinar a ideia da secção, não tens? De cinco livros, cinco que tinha previsto desmembrar no EJ. Felizmente vem aí o Natal e com ele uma caixa de uns 10 mais a juntar aos outros que para lá tenho…seguramente algum me escapa do teu olhar voraz ;-)

    grande abraço

    1. ehehe, olha que lá em casa na estante (a verdadeira, não a metafórica) ainda faltam alguns que já estão prontos para serem divulgados a seu tempo ;)

      é bom sinal, ambos damos valor a quem o tem!

      abraço,
      Jorge

Deixar uma resposta