Vinte-e-nove

 

Não quero que o nosso novo pontão-de-lançazão fique desiludido comigo logo à partida e como o moço tem ar de quem me espetava uma lapada no focinho que me punha a comer por uma palhinha até o Sporting ser campeão, optei por repetir o post de ontem, desta vez adaptado ao novo númbaro do austríaco, o vinte e nove:

 

1995/1996
1996/1997 Romeu
1997/1998 Costinha (GR)
1998/1999 Deco
1999/2000 Deco
2000/2001 Folha
2001/2002 Paulo Costa
2002/2003
2003/2004 Hugo Almeida
2004/2005 Hugo Almeida
2005/2006 Bruno Moraes
2006/2007 Bruno Moraes
2007/2008 Edgar
2008/2009 Rabiola
2009/2010 Orlando Sá
2010/2011
2011/2012 Marc Janko

13 comentários

      1. No meio dessa malta tá o Deco, que trabalhe muito e que o sucesso esteja com ele e com o clube… É preciso é enfiá-las lá para dentro sem dó nem piedade…

        Abraço.

  1. Olhe que não sei se esta maldadezinha (huguinho, rabiolinha, e sázinho) não será mais merecedora da palinha em vez do garfo, do que ter ficado quietinho e mostrar à malta o que se poderia ler de fim de semana!…
    Como diz o Miguel, agora só pedimos que as meta lá dentro, quadradas, redondas ou ovais… que tenha a maior sorte do mundo, que a bola resvale e entre cocheada (de cocha), que os adversários choquem entre si…tanto faz.
    (prenuncia-se : ‘Yanko’)

    1. ehehe, mas olha que o número é o mesmo, por isso esperemos que a produtividade seja bem superior. assim como a daquele 29 do Anderson que também era Deco ;)

      Jorge

    1. olá, fernando. adicionei o link às portas da bola cá dentro porque o LusoFans não é um site fundamentalmente portista.

      cumprimentos e continuação de bom trabalho,
      Jorge

  2. Vai ter o sucesso do Deco, marcar o golo da vitória contra o benfica no ultimo minuto como o Bruno Moraes, é o avançado mais alto desde o Hugo Almeida e numa época vai marcar tantos como a soma dos restantes camisola 29 marcaram em toda a carreira.

    E a 3 do Lucho é os títulos de campeão nacional que vamos conquistar até ao fim do contrato dele em 2014.

    nada é por acaso…

Deixar uma resposta