Na estante da Porta19 – Nº17

Cinco Escudos Azuis: A História da Selecção Nacional de Futebol” traz-nos todo o percurso da nossa Selecção, desde os primeiros tempos da formação das Quinas, começando a representar o nosso país no longínquo ano de 1921 e atravessando mares e continentes levando a nossa bandeira a todo o mundo com o símbolo que nos é tão querido. De Cândido de Oliveira a Scolari em 2004, o livro é escrito pelo assessor de imprensa da Selecção na altura em que foi lançado, Afonso de Melo, notório benfiquista doente e que merece de mim todo o desrespeito pelas atitudes clubísticas que toma mas que louvo o trabalho feito em prol da Selecção que quase todos apoiamos. É uma história interessante para todos os portugueses, especialmente para percebermos que apesar de todos os problemas, chatices, casos Saltillo e outros que tais, continua a ser um elemento potencialmente agregador de nomes, factos e acima de tudo de um símbolo que é nosso e que devia pugnar por continuar a ser nosso, do povo, de todos nós.

Sugestões de locais para compra:

3 comentários

  1. caríssimo Jorge,

    passei por aqui de manhã e reparei, mas não liguei. certamente que darias pela gralha. regressei ela lá continua. explico:
    se for por dois euros compro na Leya :D
    (infelizmente o link deu kaput, pelo que «acardito» que sejam mais vinte euros…)

    off topic:

    e, agora, a pergunta que se impõe é:

    será que vamos continuar a ter as bancadas do nosso teatro de sonhos azuis-e-brancos despidas? será que vamos continuar a dar “trunfos” aos adversários, no nosso próprio reduto? será que vamos preterir o apoio ao nosso clube do coração, num momento peculiar como este, quando temos todas as condições para o fazer?

    (afinal, foram três questões. mas estão inter-ligadas…)

    abr@ço
    Miguel | Tomo II

    1. curioso, quando escrevi este post o livro estava lá e a esse mesmo preço…talvez por isso tenha esgotado ;)

      e no Domingo lá estarei, como sempre!

      abraço,
      Jorge

Deixar uma resposta