7 de Junho

2 comentários

    1. o azeri está rijo como sempre mas o francês está tão manhoso como os gajos por detrás campanhas. o big money no futebol é impossível de controlar mas a UEFA lá vai tentando, com multas grandes e com o fair-play financeiro. pode ser que o 1% desista quando vir que não ganha dinheiro directamente e que os ganhos de médio prazo demoram mais do que um tempo decente…mas enfim, sinal de uns tempos que estão tão distantes dos que nos viram arrancar para esta coisa do “futebol”, tanto meus como teus…

      abraços,
      Jorge

Deixar uma resposta