III Encontro da Bluegosfera – Rescaldo

Foi um dia em grande. Houve portismo, discussão acesa, excelentes ideias e um sentimento geral que estamos a trilhar o caminho certo para agregar cada vez mais a força que existe por esse mundo fora e que queremos passar do virtual para algo mais tangível e concretizável.

Houve de tudo. Louvo o portismo militante e sempre presente dos biboportistas e fotosdacurvistas onde quer que as nossas equipas estejam, a presença serena e bem disposta dos reflectores (que conseguiram o resultado estupendo de 2-1 no confronto “remoto vs in-loco”), a juventude interventiva dos somosportistas, os terabáiticos arquivos dos basculantes, a profundidade histórica dos filhosdodragão…icos (já inventei palavras a mais, fico por aqui), entre tantos outros notáveis da bluegosfera (e outros tantos notáveis anónimos) que estiveram presentes e que me vão desculpar se não cito nome atrás de nome porque falharia sempre alguém e não quero que me apontem a dedo por ser esquecido.

Foi um prazer assistir ao notável trabalho de edição de video da malta do Basculação e ouvir o Paulo Bizarro a debitar notas históricas com o prazer de quem tanto sabe sobre a história do nosso clube e que merecia um dia inteiro para partilhar uma ínfima parte do que conhece sobre o nosso passado.

Para lá dos que estiveram presentes, o contacto com portistas espalhados pelo mundo foi uma inovação que correu bem apesar do pouco tempo que tivemos para cada um dos intervenientes poderem partilhar as suas histórias connosco. Foi extremamente interessante ouvir o José Rodrigues a falar do filho que com ele vive na Bélgica e que já é portista; o Nuno Neves a explicar a diferença entre um Portugal próximo e outro que parece tão distante; o João Branco a maravilhar a malta com a equipa de futebol de mesa custom-made em Itália e o amigo Gaspar que lhe envia caixotes de camisolas e cachecóis para Cabo Verde; o António Silva que paga para ver os jogos do FC Porto via stream online; o Dragão de Ouro Alvarinho Sílvio, que em directo de Caracas se emocionou em frente a uma plateia de adeptos da mesma cor clubística; ou o António Almeida, que procura elevar o nome do nosso clube em pleno Midwest dos Estados Unidos da América, onde forma jovens americanos na arte do soccer e que conhecem e torcem pelo FC Porto devido ao seu trabalho.

E terminámos com um debate aceso, com alma, com homens que sabem o que dizer e acima de tudo como o dizer, como o Professor Armando Leitão e o João Nuno Coelho, que deram a sua opinião sempre em bom espírito de participação livre, sem entraves, sem agendas escondidas, sem cagança mas com pujança. É isto que um clube deve viver, é destes sócios, adeptos, simpatizantes (portistas, porra!) que o clube precisa sempre para conseguir encarar os desafios que nos são colocados todos os anos e, com a união que sempre nos pautou, ultrapassá-los com força e dinamismo.

Só faltou uma coisa: tu. Ao aumentarmos a extensão da nossa palavra para atravessar os cabos dessa internet que nos dá vida e nos permite chegar a tantos milhares por aí fora, conseguimos chegar aos olhos e ouvidos de muitos portistas que de outra forma não teriam oportunidade de participar ou, na pior das hipóteses, de assistir. Mas faltaste tu. Tu, portista, que segues as boas ideias e as parvoíces que todos escrevemos, que discutes em fóruns e colocas likes no Facebook e no Youtube. Tu, portista, é de ti que precisamos! Começa a trabalhar para o IV Encontro já hoje, lamenta a ausência mas prepara a presença!

Há fotos no local do costume: Fotos da Curva.

14 comentários

  1. Um enorme “Baía” para si e para toda a organização do certame. Foi um prazer conhecer-vos e privar com todos os presentes. Respirou-se Portismo. Gostei muita da intervenção de todos, com leituras e opiniões muito interessantes sobre a actualidade e sobre a estratégia a seguir num futuro próximo; e em particular da de Paulo Bizarro, que esclareceu alguns detalhes da nossa História e das nossas raízes. Um aceno de simpatia para os “evangelizadores” que intervieram via Skipe, que levam a palavra do Bem por outros mundos.

    Um abraço para todos.

    Rui Costa

    1. foi um prazer conhecê-lo também, Rui, e peço desculpa por termos privado tão pouco tempo mas de facto com os deveres da organização acaba-se sempre por perder um pouco no convívio, mas fico satisfeito que tenha gostado!

      um abraço,
      Jorge

  2. Jorge
    Não estive lá “mas participei”. Assisti pelo stream (apenas a parte da tarde) e gostei.
    Parabéns pelo sucesso da vossa “coligação”.
    Abraço

    1. fez lá falta, meu caro, mas compreendo a ausência e espero que se esteja a sentir melhor! correu tudo muito bem e para o ano lá o esperamos para o IV! entretanto faça o favor de nos continuar a brindar com as suas crónicas!!!

      um abraço,
      Jorge

  3. Boa noite.
    Existiram 4 factores que levaram à minha presença neste encontro de adeptos do FCPORTO.
    1- Conhecer pessoalmente um dos fundadores ou intervenientes no blog Reflexão Portista o Eng. José Correia, pelo simples facto de que, é muito mais fácil escrever sem dar a cara e nessa perspectiva, eu como sempre assino as minhas opiniões, sejam elas boas ou más, gosto que as pessoas me conheçam assim como gostei de conhecer o José Correia.
    2- O tema da sessão da tarde, em que seria aberta a discussão aos presentes, aliados a uma mesa fantástica. Começo pelo talvez menos mediático o Professor Armando Leitão, a sua explicação à um ano relativamente a uma questão temporal foi brilhante e digna de um catedrático da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto. O investigador João Nuno Coelho de quem eu tenho uma estima muito grande pelo facto de defender, sempre que pode, o nosso clube e pelo livro fantástico de 25 anos no topo do mundo que este ano, face a uma época tão má, relia vezes sem conta para me alegrar naqueles dias negros e por fim, embora não tivesse estado presente, o grande jornalista que não precisa de apresentação o Bernardino Barros. Este leque aliado ao tema, foi um grande catalisador para a minha motivação.
    3 – Após uma época tão má e que não pode ser esquecida, ver com os meus olhos o atual estado de espírito, motivação dos adeptos que como eu sofrem por está grande instituição que é o FCPORTO.
    4 – Por fim, este mais pessoal, que depois tive a felicidade de o explicar, estar com o responsável pelo grande blog BiBo Porto, o Sr. PAULO, que não sabia quem era mas que conheci e que foi de uma simpatia fantástica. O motivo sabe qual foi, guardo para mim a explicação e um dia terei todo o gosto se assim se proporcionar de conhecer não um amigo em comum, mas um grande portista.
    Após está minha introdução, e falando agora do encontro, apenas lamento não ter ido de manhã, lamento ter sido um pouco egoísta e não tr estado presente numa parte tão importante do encontro, ter pensado somente no tema da tarde. Arrepende sim, de não ter estado presente nas outras duas edições, apenas posso dizer convictamente que estarei nas próximas, ou noutros encontros similares em que o objetivo seja falar, trocar idéias relativo ao nosso clube e eu posso afirmar que bem ou mal dei o meu contributo para este encontro de grandes portistas. Foi curioso que depois desta situação, olho com outros olhos para o futuro do clube. Sou daqueles que defende que clube tem obrigatoriamente que ser gerido de dentro para fora e não o contrário, relembrando aqui o que JNPC fez quando foi diretor do departamento de futebol em que e muito bem mandou fechar o bar, onde existia um convívio antes e depois do treino entre sócios e jogadores. Hoje é impensável isso acontecer, o preço que pagamos por isso foi 1. Foi passamos a ser um clube dirigido de uma forma profissional e que nos coloca hoje no top 10 do futebol mundial em competições ganhas. Agora concordo e penso que o futuro do nosso clube tenha de passar por ouvir mais os sócios, não de uma forma destrutiva mas sim construtiva.
    Neste encontro foi dito muito, mas como quando a conversa é boa, o tempo passa a correr, e julgo que muito masmesmo muito ficou por dizer, por discutir, por ouvir e pensar. Não dei o tempo por perdido, muito pelo contrário, aliás falar do FCPORTO NUNCA ÉTEMPO PERDIDO, passei a conhecer mais portistas. Antes deste encontro apenas escrevia em dois blogues. O Reflexão Portista e o Dragão até a Morte, depois deste encontro posso dizer ao Sr. Paulo, do BIBo PORto, já conhecia seu blog, agora irei começar a exprimir a minha opinião, gostei do pouco que falei consigo,gostava de ter falado mais, ao blog PORTA 19 que irei tal como no Bibo PORTO começar a seguir mais atentamente e irei sempre que achar adequado deixar a minha opiniao. A todos os outros blogues ou fóruns, acho notável o vosso trabalho e julgo serem pessoas a qual o FCPORTO deveria agradecer não só com vitórias.

    Bruno Miguel da SIlva Moutinho Guedes. Sócio 28061.

    1. não tens nada que te lamentar por seres egoísta, homem! tens é de limpar já a agenda para o próximo ano para poderes estar presente na totalidade do IV Encontro! ;)

      um abraço,
      Jorge

  4. Caro Jorge,

    Aqui deixo o meu lamento por não ter podido assistir ao evento (via stream) por estar a trabalhar.

    Ainda dei uma espreitadela pela hora do almoço e ouvi uns trechos dos testemunhos daqueles que como eu seguem o FC Porto à distância.

    Espero poder estar mais presente na próxima edição, isto se as vicissitudes da vida mo permitirem.

    Agradecia que, se possível, pudessem disponibilizar um resumo via Youtube.

    Grande abraço e bem hajam!

    Hugo

    1. vai limpando a agenda para o IV Encontro…acho que posso dizer que estás pré-convocado ;)

      o youtube está em progresso, mal esteja publicado eu aviso!

      abraço,
      Jorge

  5. Jorge foi um grande gosto ter ido ao encontro, até fico a lamentar por só para o próximo ano tornar a haver outro. Gostei de tudo, mas adorei a parte da manhã quando ainda fiquei a saber mais da história do nosso clube. E só foi pena o dia passar a “voar”.

    Cumprimentos,

    Porto sempre…

    1. pode haver outro em breve, havendo interesse! da nossa parte, podes contar com a preparação do IV só para o próximo ano, mas há tantos blogs por aí fora…

      abraços,
      Jorge

  6. Gostava de ter ido. Não fui porque fui apanhado meio de surpresa pela iniciativa, em fase de exames e por ser ainda um pouco distante de onde resido. Acho estas iniciativas excelentes e queria pedir caso tenha sido filmado, que se disponibilize o que se passou. Eu adoro a bluegosfera! Mesmo!

  7. Já estamos a trabalhar nesse sentido meu caro. Temos imensa pena de não poder estar presentes mas a geografia e motivos profissionais impediram-nos. Já devorámos as fotos, rescaldos de todos os blogs que gostamos de acompanhar, e a ansiedade que haja outro encontro em breve cresce desmesuradamente. Tivemos oportunidade de estar representados no jantar do Bibó Porto (o Z conseguiu lá ir) e estes convívios são absolutamente deliciosos.

    Forte abraço,

    Z e v.a.s.c.o.

    blueoverlap.blogspot.pt

Deixar uma resposta