Baías e Baronis – RB Leipzig 3 vs 2 FC Porto

foto retirada do MaisFutebol

Por tópicos, porque estou com pouca capacidade para me abstrair do enorme falhanço que foi o jogo de hoje:
a) os gajos são bons;
b) os gajos são muito bons;
c) fizemos o pior jogo do ano, pior ainda que o do Besiktas.
d) não somos assim tão maus, mas merecemos levar na pá.
e) prá semana, no Dragão, continuamos a conversa.

Vamos a notas:

(+) RB Leipzig. Já tinha visto alguns jogos destes rapazes no ano passado mas este ano, por um motivo ou por outro, ainda não tinha visto nenhum. Damn. É gente que joga muito à bola, com gente cheia de talento do meio-campo para a frente e malta prática na defesa. O meio-campo é tremendo em termos de pressão alta, capacidade de recuperação e criação de jogadas de ataque em constante progressão, com Keita, Kampl e kompanhia a jogarem a um nível fez com que Danilo e Sérgio parecessem um grupo de miúdos da creche com as cuecas em baixo a fugir do Carlos Cruz. E no ataque, Bruma é o menos talentoso de todos. Yup, há uma razão para estes rapazes estarem na Champions e terem ganho no Signal Iduna no passado fim-de-semana.

(-) Incapacidade de reter a bola. Foi um dos piores jogos que me lembro do FC Porto na Liga dos Campeões em termos do futebol produzido de uma forma consistente. Esperem, a frase é demasiado grande e perde impacto. Que tal assim: não jogámos uma ponta de uma pila murcha mergulhada em ácido sulfúrico. É melhor, sim. Enervei-me ao ver a constante gritaria entre colegas, como se ninguém se estivesse a aperceber o que se estava a passar e todos estivessem a passar o pior momento do ano. Enervei-me com Brahimi e Marega por perderem tantas bolas, um por ter talento a mais e sentido prático a menos e o outro por não ter mostrado nem talento nem sentido prático. Enervei-me mais quando reparei que as bolas eram atiradas para o ar ou para a frente sem grande critério, que as segundas bolas eram atraídas para os pés/torso/área circundante dos alemães como porcos pretos para bolotas. Enervei-me ainda mais quando via que os cruzamentos eram enviados para o desconhecido, os passes verticais para os defesas contrários, as distracções repetiam-se e as perdas de bola eram tratadas com um desespero de um grupo que não se encontrou durante todo o jogo. Esta foi a mesma equipa (salvo uma notável excepção – na baliza – numa decisão que tem de ser muito válida na cabeça de Sérgio Conceição para justificar todo o fallout que vai provocar) que venceu o Mónaco e produziu uma das melhores exibições de qualquer equipa do FC Porto nos últimos dez anos em Alvalade. Não desaprendeu, mas não conseguiu um mínimo da consistência dessas exibições que referi.

(-) O meio-campo engolido. Danilo e Sérgio Oliveira não chegaram para os alemães. E Herrera esteve sempre tão longe dos colegas que pensei que o FC Porto tinha entrado de facto com apenas dois médios, num regresso ao esquema que nos tinha dado tanta insegurança frente ao Besiktas e que levou Sérgio Conceição a adaptar a estratégia a uma maior cobertura do centro do terreno, mas não era o caso. A exibição foi tão ausente que a forma como os alemães furavam pela nossa zona defensiva fez-me pensar que algum estaria lesionado ou em condição física incapaz de dar potência muscular às pernas. Mas não foi só em termos físicos que faltamos, foi especialmente em termos posicionais e na invulgar incapacidade de cobrir zonas entre-linhas que falhámos rotunda e espectacularmente, porque se o Leipzig conseguiu passear-se pelo nosso meio-campo, tapando todas as possibilidades que tínhamos de progredir com bola e recuperando-a sem que percebêssemos o que se passava, deve-o em parte à sua capacidade mas também à nossa incapacidade de lhes fazer frente. E o azar que tivemos nos lances dos golos nasce da falta de fisicalidade no centro mas acima de tudo de erros posicionais.


Já tinha dito que o grupo era equilibrado e se até agora apenas fizemos três pontos, também é verdade que disputámos dois jogos fora. Nada está perdido, apenas aumentamos a pressão. Yey.

22 comentários

  1. Se é verdade que até ao momento Sérgio Conceição merece todas as honras e distinções possíveis no universo azul e branco, ao ponto de lhe poderem embrulhar e enviar o Dragão de Ouro para casa, também é verdade que hoje conseguiu fazer ainda mais asneira do que o comandante do Titanic a mandar avançar a banheira, a toda a brida, em mares glaciais.

    Para mostrar o que foi o FCP desta noite, vou expressar uma frase que me é ainda mais rara, do que ter um premiozinho no Euromilhões: 3-2 foi um resultado deveras lisonjeiro!

    O Sérginho é um moço bafejado pela sorte.Conseguir marcar 2 golos em meia oportunidade, e só sofrer 3 numa defesa que mais parecia uma rede de pesca, é obra.

    Não faço a mínima ideia se o fumo do desastre de domingo afectou o cérebro do treinador contudo, inventar forte e feio na Champions, não me parece de todo uma boa ideia. Não só a equipa apresentou-se absolutamente mal preparada para o adversário, como para piorar, meter José Sá ou Layun num jogo destes, consegue ser mais visionário do que uma obra do Júlio Verne.

    Sá meteu água no primeiro golo, como Casillas meteu contra o Besiktas. O frango faz parte da vida dos guarda-redes, sejam eles lendas ou não. Contudo, há algo que Casillas tem, que a Sá ainda falta comer muita sopa. Experiência! Se a ideia foi apostar em José Sá para nosso futuro redes, foi uma noite positiva. Se a ideia é fazer o FCP passar aos Oitavos, a ideia foi absurda. Queira-se, quer não, um avançado apanhar Casillas pela frente, ou Sá, não é a mesma coisa. Já para não dizer que entre os postes e saídas, são pontos fortes do espanhol.

    Quanto a Layun, mesmo nos seus melhores jogos, são bem mais recordados os feitos ofensivos do lateral, do que a qualidade defensiva. Colocar Layun perante gajos pressionantes, rápidos, pujantes e famintos de ganhar as costas aos defesas, estamos perante uma decisão Hara-Kiri.

    Finalizando, conhecem-se as limitações de Marega e as virtudes de Marega. Até ao momento, o saldo desta complexa equação tem sido positivo. Contudo, como em qualquer jogador, há noites não. E hoje era a noite não do maliano. Um zero absoluto. Mantê-lo até ao fim, só pode ser uma qualquer tirada de humor negro, fora do meu alcance intelectual. Para cúmulo, ver que os defesas do Leipzig eram duros de rins e péssimos no posicionamento, e ter um tecnicista nato como Corona no banco, apenas para jogar 15 minutinhos, foge mesmo à minha inteligência.

    Como aconteceu com o Besiktas, espero que o treinador não seja teimoso, e tire ilações do que sucedeu.

    O nosso enfoque não é a Champions. É o título de Campeão. Não é a derrota de hoje que me faz tirar a confiança absoluta na equipa.
    Mas convenha-se que nenhum portista gosta de lembrar os jogos de Peseiro. E hoje, voltamos a ter o mister Zé no banco…

  2. quem perdeu o jogo foi o treinador, meter o layun e o sa que da ideia de nao ter os parafusos todos so podia lembrar a um treinador que parece nao ter observado a outra equipa. Tirar casillas e o maior disparate jamais imaginavel porque desestabilizou a equipa toda, da ideia que os proprios jogadores fizeram tudo para dar uma liçao ao treinador. Layun em vez de ricardo?? tendo ainda maxi?? mas sergio conceiçaçoa quer demonstrar o que aos jogadores mais velhos?? SO ESPERO QUE NAO TENHA PERDIDO O BALNEARIO E O GRUPO, OU ME ENGANO MUITO OU COM O PAÇOS DE FERREIRA VAI SER UM JOGO COMO ANTIGAMENTE DE AFLITOS. Estes treinadores emotivos resultam durante algum tempo mas nao tendo substrato …… perdem se, o desiquelibrio emocional de sergio conceiçao tao conhecido apareceu na pior altura, naturalmente julgava se ja o ferguson. REPITO ESPERO QUE NAO TENHA PERDIDO O GRUPO E O BALNEARIO COM OS DISPARATES E AS HUMILHAÇOES QUE PRODUZIU.

    1. Concordo em parte com o que diz.
      Admiro mt o trabalho que o Sérgio Conceição tem feito. Sem ovos e sem frigideira para os fazer tem conseguido verdadeiros milagres. Jogamos como há mt não jogávamos, vemos alma e raça na equipa, vemos um discurso fluído e com nexo.
      Por isso td tenho mt dificuldade em criticar o nosso treinador, mas é certo que ontem com a mudança na baliza, dependendo do motivo a que o levou a fazer isso, pode ter perdido o grupo e ter estragado tudo aquilo que de bom vinha a ser feito.
      É cedo para o dizer, mas realmente ontem também me pareceu que os jogadores em campo estavam desorientados e sem aquela raça a que nos vêm vindo habituando.
      Também podemos estar a fazer uma tempestade num copo de água e sábado voltar tudo ao normal.
      Aguardemos.

  3. Nao vi o jogo e tenho muito medo de ver o resumo. Acima de tudo nao perdoo o Porto perder contra uma equipa alema, pais onde sempre que fui acabei mal tratado, barrado e com pessoal a dizer que nao podia entrar aqui e ali porque nao era bem-vindo. Um pais lindo cheio de gente boa… impressionante que dos meus melhores amigos fora de Portugal sao alemaes. Quao diferente e o alemao que nao se encontra na Alemanha, transmutam-se para gente mesmo fixe.

    Quanto ao jogo, e sem o ver, repito… a jogarmos mal na casa do adversario que comprou carisma a base de 200 milhoes e quase empatamos… nos ate a jogarmos mal somos bons… mas isto so serve de consolo para mim que odeio vero Porto a fazer ouytra coisa que nao seja ganhar.

    Merda, estou ca com uma azia.

  4. O resultado até é muito lisonjeiro para nós, pois perdermos pela margem mínima é de todo injusta para o Leipzing, pois estes tiverem oportunidades para nos pregarem uma goleada das antigas.

    O resultado no Mónaco é que foi de todo anómalo, pois tudo nos correu bem, não temos equipa para “sonhar” com melhor do que mostramos contra o turcos e alemães.

    Se esta equipa ainda vai servindo para o campeonato (rezemos a todos os santos que não apareçam mais lesões, pois já achega a do Soares, e que falta nos faz o rapaz para sentar o tosco do Marega, demonstrou uma vez mais que não tem estofo nem categoria para a Champions.

  5. palpite de benfiquista acerca do vosso jogo:

    os gajos são mesmo, mesmo bons. mas atenção, assim como ontem podia ter goleado a sério (falharam na finalizacao, alem do augustin ser egoista), podem perder no dragão pelos mesmos motivos:

    não sabem dosear a coisa, nem controlar. para eles, é sempre em vertigem, sempre a varrer. até rebentar. e jogar fora é diferente, têm pouca experiência internacional.

    vejam que mesmo a ganhar parecia que estavam a perder 2-0 a final da champions. abriam-se imenso, defendiam com poucos, perdiam a bola quando estavam destapados. faltou saber aproveitar.

    outro detalhe importante – a nível interno, o porto construiu (e fez bem) uma equipa capaz de, quando nao esta a jogar assim grande coisa, dar cabo dos adversarios pela superioridade atletica. ontem nao tinha essa superioridade.

  6. pois, de volta à terra depois do milagre de Mónaco (e do grande jogo em Alvalade)… demasiada gente sem capacidade técnica para um jogo a este nível, não só Marega & Herrera, também Danilo. ainda achei o Sérgio o menos mal até a substituição, mas talvez saiu por causa do amarelo. também podemos ter pago a grande rotatividade que o SC tem implementado.

    o que me deixa animado é que podemos claramente jogar mais e melhor do que óntem, e se jogando tão mal só perdemos por um…

  7. Mas que raio lhe foi dar na vinheta de retirar o bastiao da defesa, como o e o GR em qualquer equipa, e colocar o habitual suplente. Que raio de estrategia bizarra, travesti e ate imbecil foi essa. De logica tem muito pouco. E diz ele ter sido questao tecnica??? E assim tao dificil as pessoas perceberem que quando as coisas estao bem nao se mudam, simplesmente nao se mudam, e contra-natura, porra!

    1. Este tipo de gente destrutiva sem energia para construir e cheios de uma falaciosa moral para destruir, me irritam solenemente:

      1) ESTAO MAL, MUDEM-SE!
      2) NAO GOSTAM, FACAM MELHOR,

      Merda de invejazinha endemica tuga que nunca deixara o caralho do pais andar para a frente.

      1. Há comentários que devem ser para os apanhados… Então tirar o Casillas, o óbvio factor de segurança da defesa e que tem estado bem para meter um GR sem experiência e logo num jogo destes, mas acima de tudo crititar a opção é inveja tuga que não deixa o país andar para a frente… Ainda bem que a decisão corajosa fez a equipa andar para a frente e demonstrar uma segurança espectacular, não é verdade? E essa de não gosta, faça melhor, oh pá… Ok, então ninguém pode criticar até ser treinador do Porto, é isso?

        1. José, este comentário tem histórico. o nosso amigo Mareque não deixa ponta solta e ao que parece é tão imperdoável como o Herrera é lento ;)

          1. Casillas tem sido um óbvio factor de segurança mormente com o Besiktas, onde esteve boníssimo ou óptimo.
            A decisão corajosa teve-a em Monte Carlo, colocando o lento Herrera no lugar do rapidíssimo Oliver, quiça com receio que o anão se despistasse em La Rascasse e acabasse na cama dum hospital como Schumacher.

      2. Pa, tu es uma pessoa tao pueril que eu apenas te digo uma coisa amigo… se achas que sim, entao esta bem! Se feliz que e o mais importante. Porque realmente, se andaste posts e posts atras de mim tens pouco de interessante para fazeres na vida, e se calhar uma namorada dava-te jeito puto.

  8. Levamos um banho de táctica… a nossa pressão alta nunca funcionou uma vez que tinham mais um homem entre a nossa defesa e meio campo a segurar a bola.. bastava um passe alto.
    Nesta situação tinha que se abdicar da pressão alta, às vezes é preciso abdicar do ego para se ganhar.

  9. Pior que a idiotice do Sá e do Layun (é o jogador que menos gosto do Porto, deve ser o tipo mais caótico tacticamente que vi, um risco constante de comer com golos com esta criatura em campo) foi a incapacidade do Sérgio Conceição ler o jogo. O 44 e o 10 deles fizeram o que quiseram o jogo todo, sem que o nosso meio campo conseguisse perceber o que estava a acontecer. O Brahimi ter estado mal também foi desastroso para nós, ele é o destabilizador da equipa ofensivamente. Nem falo do Herrera, do Oliveira, do Danilo ou do Marega, todos muito fraquinhos. Que se lixe. Que no fim de semana a coisa volte ao normal e no dragão, adquira 15 dias, a coisa há-de ser diferente :)

    1. Sem querer simplificar a coisa em demasia, mas nao acham tao somente que e um pouco como tenho vindo a dizer – nao temos equipa para a Champions. So isso. Alias, nos nao temos uma equipa francamente boa ha cerca de 5/6 anos. Um Porto demolidor e o que espero que se construa com tempo, mas ou muito me engano ou os danos de gestao Lopetegui e outros trengos vao deixar ainda marcas profundas ate nos levantarmos. Ganharmos um campeonato mudaria tudo. Nao creio que o Sergio tenha perdido o balneario, mas perdeu certamente o tonico da champions. Daqui vejo duas linhas possiveis, ganhar tudo internamente e marcar o regresso de um Dragao com poder e o ponto zero para novos saltos, ou tentarmos o campeonato com todas as forcas descurando todas as outras provas.

      1. Finalmente algo com substrato.
        O Lorpa espanhol deixou mazelas que nem em 10 anos serão debeladas. Muita gente não se apercebe disso.
        Mesmo assim, com um jogador a serio para o meio campo e um treinador que não invente, podemos estar por direito próprio na 16 melhores do continente.Não o do Ti Belmiro, mas do Europeu..

  10. Boa noite,

    Entre fraldas e o catano lá consegui ver o jogo: e os gajos são mesmo bons, perdemos bem. Por outro lado, enervou-me tanto passe mal feito, tanto erro básico, tanta precipitação mas via-se bem que os Alemães enfardaram redbull antes de entrar no campo, só pode.

    Para além de eles jogarem bem houve jogadores mesmo muito mal: Layun esteve muito muito mal ( lembram-se dos centros ?? E eu até gosto dele!), o Marega esteve muito muito mal ( não acertou a merda de um passe), o Sergio esteve muito mal… Se fosse só um que estivesse a jogar muito mal ainda disfarçava, 3 já não.

    Li alguns comentários sobre o grupo e tal e acho que não perdeu o grupo pela substituição e não acho que devamos extrapolar. Não percebi o porquê ainda, mas também não percebi o Sergio a titular e correu bem. Dou, de barato, o beneficio da dúvida ao Sergio Conceição pelo trabalho até hoje.

    Honestamente os dois jogos que perdemos, perdemos bem.

    Claro que agora estamos um pouco mais ansiosos pelo próximo jogo … gr

  11. Acho que o SC está a fazer um trabalho excelente mas como tão frontal que é em todas as abordagens também podia esclarecer a do IKER não ir a jogo não venha dizer que meteu o melhor onze para o jogo teve que se passar algo de grave

  12. meus caros, SC tem sido muito inteligente na gestao do grupo e tem o grupo com ele. precisamente por esta rotaçao que tem feito que permite 20 dos 24 jogarem frequentemente.

    casillas é outra conversa. fairplay financeiro. salario BRUTO anual de 7,5M. é claro que se pretende convencer casillas que sair será bom para ele.

Deixar uma resposta