No último jogo "fora" contra o Braga

No último jogo que disputámos contra o Braga fora do Dragão pode-se reduzir a duas fotografias:

Esta:

E esta:

Onze meses depois, ambos os jogadores do FC Porto mais próximos da bola em cada uma das frames tinham nascido no mesmo país e se os alinhássemos lado-a-lado com o primeiro à esquerda e o segundo à direita, os algarismos nas suas camisolas formariam um número tão usado com tom jocoso por miúdos de 14 anos ou jovens de 74. O “6” joga agora no Inter. O “9”, no Atlético Madrid. Nenhum deles pode ser campeão este ano, só para aprenderem que nem sempre se sai para melhor.

O FC Porto tem uma equipa muito diferente daquela que esteve no Aviva Stadium em Maio de 2011. Mas o resultado deste jogo do próximo sábado pode ser o mesmo. Não me importo nada que seja o “3” a cruzar para o “29”. Até pode ser o “4” a passar de trivela para o “11” marcar de costas.

O que é preciso é ganhar este jogo.

7 comentários

  1. Um Baroni para essas fotos por não serem de onde estavamos sentados! :D

    O que interessa é ganhar… nesta fase já estou por tudo, nem que seja com um autogolo do Ukra :)

    Abraço

  2. Ambos podem, ambos só e apenas pelo FCP e ambos… não o merecem.
    Em todo caso TEMOS de ganhar, dê por onde der. E já agora, alinhando-se os astros, que os lagartos dêem uma prova de orgulho (será que ainda existe isso para os lados de telheiras?) e vençam um joguito à lampionage, mas se calhar é pedir demasiado aos defuntos…

    Cumprimentos Portistas da Caparica

  3. é para ganhar este, e os próximos. e ninguém se importa que a trivela seja com a coxa, com o rabo, ou que o passe venha do Helton às três tabelas…
    quanto aos meninos 6 e 9 só de um tenho saudades… e, esse para ser campeão só se outros clubes repararem nele…

Deixar uma resposta