Baías e Baronis – FC Porto 1 vs 0 Académica

foto retirada de record.pt

Melhor que ganhar um título é fazê-lo quando ninguém está à espera. Hoje, em Aveiro, foi mais um perfeito exemplo que nunca se pode desistir de tentar mais um ataque, só mais um cruzamento, só mais uma bolinha que passe pelos defesas e chegue à área, porque nunca se sabe o que pode acontecer quando o avançado lhe chega e lhe chega com boa intenção. Jackson abriu a conta, James limpou a imagem, Maicon confirmou o crescendo de forma, Moutinho confirmou a titularidade e Atsu confirmou que é um jovem que ainda tem algum pedaço para evoluir. No fundo, é mais um troféu para o nosso putativo Museu mas acima de tudo a noção que estes rapazes já perceberam uma coisa: o campeonato está aí à porta. E é a sério. Acima de tudo, parabéns aos nossos rapazes. Onwards to the grades:

 

(+) Fernando Esteve lá. Esteve sempre lá. Esteve em todo o lado hoje em Aveiro e se tivesse falado com alguém que passasse pela Lourenço Peixinho, Fernando também deve lá ter estado. Esteve no ISCAA (shoutout para o Bruno), esteve nos canais, esteve nos ovos e esteve no Estádio, naquela zona desterrada do mundo aveireinse, onde mostrou o porquê de ser o melhor trinco a jogar no país pela noção táctica, a perfeição na colocação defensiva, o cuidado na cobertura dos espaços, a facilidade de movimento lateral para guardar a bola longe do adversário…foi o grande suporte do meio-campo e o principal responsável por fazer com que o FC Porto fizesse grande parte do jogo no meio-campo da Académica. Ah, e venceu 2-1 em “cuecas” ao adversário directo, o que é sempre giro.

(+) Jackson, no golo e para lá dele O golo foi bom, dou-lhe isso. A colocação do corpo, o salto no meio dos adversários, a boa noção de baliza, gostei de ver isso tudo. Mas o que mais gostei de ver foi a participação em várias jogadas de ataque com toques curtos para o sítio certo ou com a tentativa de ficar com a bola controlada até poder finalmente soltar o esférico para um colega em boas condições. Estou entusiasmado com o rapaz, acreditem que estou, porque mais que ter o faro de golo “à Jardel”, mostra ter a inteligência de criar jogo “à Falcao”. E neste momento pode ser muito mais útil a segunda que a primeira. Ah, e recuso-me a chamar-lhe “cha cha cha” ou “merengue” ou seja lá qual for o epíteto mediático para parvos que lhe foi colado no México ou na Colômbia. Jackson. Soa-me bem.

(+) James, pelo empenho Um pequeno Baía mas um Baía sentido. O James que hoje vi em Aveiro pareceu-me mais solto, mais empenhado em ajudar a equipa e em fazer-se útil não só do ponto de vista da criação de lances ofensivos mas a tapar o flanco e a surgir de trás para a frente na ajuda aos colegas. Espero que continue assim.

(+) A garra que faltou na apresentação? Alguma esteve aqui. Quando saí do Dragão no passado sábado, faltou-me algo. Não estou habituado a ver jogos em que a relva fique no sítio, onde os jogadores não se empenham a cem por cento, onde há um medo subjacente de uma qualquer arreliadora ou perigosa lesão que os afaste dos jogos que realmente importam. E chateia-me, mas pouco, porque o idealista em mim diz-me ao ouvido: “espera pelos jogos a sério, vais ver que eles animam…imam…imam…”, porque ouço sempre uma espécie de eco quando o cabrão do idealista abre a matraca. Mas tinha razão, a bestinha. Hoje já vi Otamendi a raspar a relva, James a fazer o mesmo (aleluia, irmãos!) e Miguel Lopes a rasgar o flanco sem medo do lateral mais rijo. Vi capacidade de luta e gostei.

 

(-) Lucho Pareceu-me sempre com poucas pernas para o ritmo que queremos manter. Não querendo menosprezar a influência que o homem tem como capitão e líder de balneário, estamos a ver um Lucho com fraca capacidade para impôr um ritmo mais agressivo na posse de bola ofensiva e com uma troca de bola mais rápida até chegar ao ataque. É certo que com jogadores como Hulk em campo, Lucho reserva-se mais nas corridas e usa o “pass precise” de que Robson tanto falava para fazer com que a bola rode e o jogo progrida, mas para já vejo-o como um elemento que não faz a diferença para melhor. Questiono-me se terá estaleca física para aguentar as quarenta e tal partidas que vamos fazer este ano. Espero estar enganado.


Uma palavra para a Académica. Lutou sempre, nunca se inclinou de rabo empinado como já vi muitas equipas a fazer em terrenos que lhes são diferentes do normal contra adversários de calibre superior. Quando viu que não podia jogar para ganhar, optou por tapar e sair rápido quando pudesse. Não conseguiu e ainda bem. O FC Porto fez um bom jogo, um jogo de garra, vontade, luta. Ganhou bem, teve a sorte de conseguir marcar mesmo no final mas fez por isso durante os primeiros noventa minutos. Os outros quatro? Também contam. Estou mais esperançado para o campeonato, obrigado por me levantarem o espírito, meus caros!

12 comentários

  1. Sou eu o único que achou a exibição do Jackson fraquinha? Antes de mais não vi toda a primeira parte, pode ser que ele tenha tido rasgos de brilhantismo quando eu não podia ver. Também não estou à espera de um jogador que resolva todos os lances na perfeição. Mas vi-o falhar muitos domínios, alguns dos quais básicos e foi apanhado várias vezes em fora-de-jogo, já para não falar do fantástico falhanço quando o defesa da académica falhou o corte ao passe do Lucho. Não sei, talvez seja uma questão de tempo, de adaptação…
    Mas esteve bem no golo marcado e no anulado (por fora de jogo óbvio) e lá lutou bem por uma ou outra bola na lateral.

    Com Moutinho vê-se que é outra coisa. Agora quando chegarem o Alex Sandro e o Danilo é que vamos ver como é. Não digo Hulk, porque apesar de estarem a dizer que ele não sai, cheira-me a conversa fiada para ver se alguém se mexe e o tenta comprar.

  2. Foi a equipe mais desfalcada das últimas edições da supertaça, e há que ver isso.
    Mas, não vi jogo que o fizesse ficar mais esperançado, Jorge. A verdade é que não temos meio campo. A bola chega a 30 metros da baliza adversária e volta para trás; para o lado, e outra vez para o lado , e para o Maicon…
    Passei o tempo todo a pensar no Deco & Cia.
    E, onde é que as contratações têm falhado.
    -Passe precise ? querias! Apenas um wishful thinking.
    E, temos jogadores que definitivamente não são para esta equipe.
    -Volto a pensar onde as contratações têm falhado…

    bem.
    espero a continuação. para melhor. mas não vejo uma champions nada fácil.
    (e, espero ter que engolir cada palavra acima.)

  3. Para começar não foi nada mau.Era importante começar a época com este trofeu, tão importante que até podemos ignorar a fraca qualidade exibicional. Talvez seja do inicio de época, pela falta de ritmo e ausência de jogadores importantes. Mas pronto, não me quero precipitar e criticar desde ja a equipa.
    Quanto aos B&b concordo plenamente contigo, apenas fiquei desiludido com a substituição do Atsu pelo Djalma.
    Agora é mais uma espera angustiante até domingo, o que vale é que já hoje temos o Porto B para matar o bichinho.

    Saudaçoes Portistas

  4. E nao ha maneira do Porto construir jogadas de perigo em bola corrida..
    Nao compreendo o que trabalham nos treinos.. ou o VP passa a mensagem errada ou os jogadores nao assimilam as ideias do treinador. O Porto parece que está num caos táctico dentro de campo.
    Como disse noutro post aqui um dia destes , o Porto sem o Hulk é uma equipa sem desiquilibrios, uma equipa que talvez chegue para consumo interno.
    Moutinho no Banco? estará reservado? Espero que com as vendas ( possiveis ) venham substitutos que entrem no 11 e que sejam mais valias.

    Esta época parece ser o “picanço mor ” ao Benfica :
    Se ganhámos um campeonato com o Vitor Pereira , vamos tentar ganhar este ano o campeonato com o Vitor Pereira e uns miudos ( sem o Hulk, Moutinhos e afins).

    Não estou nada optimista para a epoca que começou. O nivel do futebol jogado está igual ao do ano passado e já sabemos como as coisas irão acontecer ( e desta vez nao me parece que os nossos adversários brinquem/ claudiquem como no ano passado)

  5. Bom dia,

    Ontem não fizemos um jogo brilhante e conseguido.

    Tivemos a capacidade de controlar o adversário, que apenas teve bola junto da nossa área nos minutos finais do primeiro tempo, e que nada vez em termos atacantes, remetendo-se a defender atrás da linha da bola.

    Dominamos o adversário sem contudo ser objectivos. O nosso trio de meio campo mostrou-se muito estático e sem ideias. James ia tentando encontrar espaços,e Atsu tentava desequilibrar sem sucesso.

    Desta forma Jackson era obrigado a sair da área e procurar jogo sem sucesso, pois apesar de ter boa técnica e combinar bem, pela sua fisionomia não tem capacidade de explosão para a baliza.

    Continuo sem perceber VP que coloca Lucho demasiado adiantado no miolo. Lucho é uma mais valia a partir uns metros à frente de Fernando e a construir e lançar longo.

    Miguel Lopes ontem não foi o lateral que precisávamos, não deu profundidade ao corredor e quando deu resultou em golo. Tem de ganhar confiança e assumir o corredor.

    Maicon, Otamendi e Helton foram seguros e tiveram bem.

    Mangala na minha opinião foi o melhor em campo. Tinha Marinho pela frente e marcou-o bem, dobrou muitas vezes ao meio e ainda atacou.

    A partir da entrada de Moutinho, a equipa ganhou mais ritmo e dinâmica e o golo surgiu justamente, pois não merecíamos o prolongamento.

    Foi bonita a festa da família Portista nas bancadas e o fairplay dentro e fora de campo.

    Foi o 72º. titulo para o melhor clube português, aqui e além mar.

    Abraço e bom domingo

    Paulo

    pronunciadodragao.blogspot.pt

  6. Nós portistas ficamos deprimidos, frustrados e até agressivos se não tivermos um patinho feio no plantel. Ano passado foi Maicon, agora elevado a melhor central do Mundo e arredores…
    Este ano é… Djalma! Carago, gente, que querem que o rapaz faça? Pegue na bola das mãos do Helton vá por ali abaixo fintando todos fiscal de linha incluido e marque golo?
    Há que ter noção que conforme pedroto dizia, uma equipa de futebol além dos violinos tem que ter tambores e carregadores de piano!!!!
    Djalma é um rapaz humilde que joga onde lhe mandam e que para mim é muito melhor que certos Coentrões eleveados a heróis pela imprensa… Apoiem o rapaz, carago!!!!!

  7. BOA TARDE PORTISTAS
    Bom, penso que é de todo justo a nossa vitoria na Supertaça, contudo não posso deixar de criticar a falta de apatia na nossa equipa em certos momentos de jogo, é certo que nao desistimos de ir em busca da vitoria, mas nós PORTO, adeptos, associados, bom toda a massa associativa não pode permitir que num jogo com a Academica (que merece todo o respeito e debateu-se bem) na disputa de um titulo com um FC Porto possamos “sofrer” tanto, apos tanto treino e mais uma semana de treinos nao se vê muitas melhorias. E fisicamente nao estamos no ponto ainda, isso preocupa-me muito… Ainda precisamos de muito trabalho, em termos de colectivo somos uma equipa dependente de jogadores fulcrais, vejamos caso de João Moutinho que apos a sua entrada mexeu no jogo todo e Hulk, pois com ele em campo parece tudo mais fácil…
    Discordo que digam que Jackson esteve mal, trabalha muito para a equipa e mais uma vez mostrou saber segurar muito bem a bola e a rematar, temos AVANÇADO malta, calma…. Falcao só ha um ok e é o melhor avançado do mundo da atualidade que ja foi nosso…
    Jorge vou repeti-lo na grelha se me permite, sendo os meus BAÍAS: HELTON imperial, FERNANDO é grande, MAICON esta-se tornar num caso serio, MANGALA pela segunda vez agradou-me desde que chegou nosso reino (o golo na Luz época passada foi a primeira), JAMES É DEZ, não extremo e o resto acima
    BARONIS: MIGUEL LOPES fisicamente ta débil, DEFOUR apos tanto jogos e titularidades desde ano passado não melhora, impensável. LUCHO ta cansado no a nova época?? nao faz aqueles rasgos meio-golo, nao pensa tao bem o jogo como dantes, temos de estar atentos ao nosso capitão. ATSU tem de crescer mais um pouco, acusa a pressão inerente à idade.
    PESSOAL VAMOS CONTINUAR APOIAR NOSSO FC PORTO POIS SOMOS GRANDES E ÚNICOS

  8. Só gostei do resultado…
    Não há fio de jogo, mas se calhar quem está errado a pensar que vai haver sou eu… afinal de contas continuamos com o mesmo treina-dor no banco…
    E por falar em dor… cada vez que o Djalma entra em campo (com a camisola do Porto) é como se me estivessem a dar um valente murro no estômago…

    Enfim, estava à espera de mais e melhor… O espírito de equipa, a garra e empenho estão lá, só falta por os gajos a jogar à bola! Espero que seja para breve!

    Abraço

  9. Viva
    Acima de tudo, não temos treinador, temos um meio campo que enfim, o Fernando bem, sem o Moutinho (que pelo que sei vai mesmo sair, mas ainda estou com esperanças q não) é uma autêntica desgraça. E o Miguel Lopes ? nem falou, mas pode ter lugar no Braga mas no FCP não tem, nem no banco!.
    Jogamos mal ? sim, e muito… e o que se passa com nosso 7 ? o atual e o anterior… enfim, o VP pode ser muito bom na teoria, mas de resto coitado !

    Cumprimentos
    Jorge R.
    PS: não tive oportunidade de dar os parabéns ao bloggers pelo encontro! Infelizmente a minha atividade pessoal não me permite participar, mas teria muito gosto.

Deixar uma resposta