Ouve lá ó Mister – Dínamo Zagreb


Amigo Vítor,

É o último jogo em casa da Champions este ano. Dois mil e doze na Europa encerra-se hoje aqui no nosso cantinho, mas já sabes que lá para Fevereiro cá estaremos de novo. Só que isso já é em dois mil e treze. Dois mil e treze, Vitor, raios partam esta treta dos anos passarem para todos, pá, parece que ainda ontem estava a entrar para as Antas para ver este mesmo Dínamo de Zagreb quando o Doriva decidiu espetar aquele balázio aí a quilómetro e meio da baliza. Bons tempos, homem, bons tempos.

Hoje o jogo é diferente. Já estamos qualificados e estes não-muito-simpáticos moços do leste ainda não conseguiram marcar um golo. Parece-me uma situação adequada, lembras-te do primeiro jogo do grupo? Lá em Zagreb? Que miséria de adversário, palavra, ainda não percebo como é que te deixaste vir para trás e esperar que os animais nos caíssem em cima de tal maneira que quase que marcavam uma chouriçada e nos tramavam logo no arranque. Não quero ver esse relambório outra vez hoje à noite, pá, até porque vai estar frio ou chuva ou ambos. E gostava mesmo de ouvir o hino da Champions todo contente e continuar o jogo com uma excelente partida e com os melhores em campo. Ah, por falar nisso, já te decidiste se vais pôr o Nando e o Sandro? Vê lá se estão em condições para jogar à bola a sério, olha que o relvado vai estar rápido e escorregadio pra carago e não me quer parecer que seja o melhor jogo para os rapazes regressarem, especialmente porque a seguir vamos à pedreira. Homem, não me censures, já sabes que sou pessimista e acho que o céu vai sempre cair em cima das nossas monas, sou uma espécie de Chicken Little. Mas com barriga. E, do ponto de vista dele, um estupor dum canibal. Mas de que raio é que eu estou a falar?! Ah, sim, o jogo. Ninguém está à espera de grandes jogatinas. Queremos é um jogo sério, em que os rapazes não tirem o pé, que troquem bem a bola e não se ponham com brincadeiras sem que tenham vantagem para isso.

Ganhar, Vitor. Este é só mais um.

Sou quem sabes,
Jorge

4 comentários

  1. Bom dia,

    Depois de termos garantido o acesso aos oitavos, agora o objectivo passa pelo primeiro lugar.

    Para tal temos de vencer hoje e empatar em Paris, ou até poderá bastar a nossa vitória e uma derrota dos parisienses em Kiev.

    Somos favoritos, mas há que ter a atitude certa e lutar pela vitória.
    Na liga dos campeões não há adversários fáceis.

    Abraço e boa semana

    Paulo

  2. Desculpa lá o off-topic, mas aqui do lado direito diz que o Broas e o Paulinho fazem anos, parabéns a ambos! Espero que leiam aqui o Porta…

    No entanto do grande capitão diz que foi do FCP de 91 a 97??? Eu ia jurar que o tinha visto em Viena com o caneco na mão, em 87 portanto!

    Já reparei que nem sempre essas informações são fidedignas, mas hoje é demasiado evidente para deixar passar… Faltam-lhe 10 anos, porque veio para o FCP em 81!!!

  3. Boas,

    Depois da excelente prestação que o FC Porto tem feito este ano na Champions, o jogo de hoje deve ser o mais fácil que nos iremos deparar na prova.
    Mas a hipotética facilidade nunca pode ser tornada em desleixo e falta de aplicação da equipa e do treinador, porque apesar da qualificação ainda temos a ganhar o primeiro lugar, mais um milhão e fundamentalmente continuar a cimentar o nosso jogo e a apurar a forma individual e colectiva.
    Mais ainda a obrigação que os jogadores tem em proporcionar um bom espectáculo aos adeptos que com maior ou menos dificuldade se deslocam ao estadio pelo menos para por momentos deixarmos de pensar na miséria de pais onde vivemos.

    Um abraço

    http://www.fcportonoticias-dodragao.blogspot.pt/

Deixar uma resposta