Baías e Baronis – SL Benfica 2 vs 3 FC Porto

retirada de desporto.sapo.pt

Acabou o jogo. Salto, com braços erguidos no ar, a voz rouca a ecoar nas paredes do restaurante onde estava e os gritos eufóricos (fica o pedido público de desculpas a quem se tenha sentido ofendido com frases como: “a tua mãe havia de ter um avc, meu filho da puta!” mas não me consigo controlar, mea máxima culpa) depois de uma vitória épica a invadirem o panorama auditivo da cidade. Ganhámos. Graças a uma combinação quase perfeita de querer, de garra, de alma e de “nunca nos digam que esta merda está perdida porque ainda estamos vivos, caralho, e vamos estar vivos até ao fim!”, fomos a Lisboa arrancar três pontos da segunda melhor equipa em Portugal. E que jogo foi, meus amigos, com o resultado a saltar de um lado para o outro, luta leal pelo resultado, disputa até ao fim e uma vitória que nos assenta bem mas que podia tão facilmente ter tido um final completamente diferente. Valeu-nos a vontade de vencer e a coragem de Vitor Pereira, que vinte jogos depois decidiu afirmar a todo o mundo: “Olhem para mim, porra! Vejam o que eu sou capaz de fazer! É para ganhar? Vamos lá, cambada, vençam!”. Épico. Inesquecível. Siga para as notas:

 

(+) Os jogadores do FC Porto Não acreditava na vitória antes do jogo, palavra. Durante o dia, sempre que me perguntavam como é que achava que ia correr o jogo, só dizia: “Pá, não sei. Não estou confiante, admito”. Errado. Tão errado estava. Desconfiei de vocês e hoje provaram que estava enganado. Porque hoje foram heróis. Porque hoje, ao contrário do que já fizeram em tantos jogos, não se importaram em estar a perder contra uma excelente equipa. Porque apanharam uma primeira facada num golpe de sorte e uma segunda facada, bem mais profunda, num lance de bola parada bem apontado. Mas nunca desistiram. A imagem de cima mostra tudo, revela a união, a força de um balneário, a junção das vontades de todos para criarem a emoção da turba que vos apoia, que vos idolatra, que vos ama. A energia que colocaram em campo nas transições, na cobertura defensiva e passagem para o contra-ataque, nas bolas paradas e corridas, na intensidade do contacto com o adversário, na alma que precisam de mostrar para vencer um jogo destes…heróis, enormes, gigantes, deuses. A enorme mol portista que falará do vosso feito nunca vos esquecerá. E provaram hoje que são homens. Que conseguiram subir ao zénite e ficar por lá a apreciar as vistas. Hoje dormirei feliz por vossa causa.

(+) Os gigantescos testículos metafóricos de Vitor Pereira Cinquenta e oito minutos de jogo. Olho para a televisão e não acredito: sai Rolando, entra James. Em conversa com um amigo disse-lhe repetidamente que James não era a melhor escolha, que ainda não me parecia que tivesse fibra para estes jogos, que não ia resultar. E o demente do nosso treinador, quiçá possuído do espírito Adriaansiano, toca de enfiar Djalma a defesa-direito e James na frente por trás de Janko. Loucura, pensei. O homem está a arriscar a carreira em dois números que enviou ao quarto árbitro. E fê-lo, com uma coragem tão férrea como a Ponte D.Luiz, e ganhou. E a substituição de Moutinho, que adivinhei por ser mais que esperada, ainda mais risco trouxe, porque mostrou ao Benfica: “Estão a ver isto? É para ganhar, amigos, nós estamos aqui para ganhar o jogo!”. E o golo aparece. Vitor Pereira grita. Eu também. E respeito a força de vontade, a resolução granítica de pugnar pela vitória. Eu não teria tido a coragem de fazer a primeira substituição, quanto mais a segunda. Ele teve. E é por isso que lá está. Parabéns, Vitor.

(+) Maicon Simples. Prático. Eficaz. Dominador. Controlador. Marcador. Vitorioso. Nosso. Maicon está a ser uma excelente surpresa não só pela qualidade de passe e pelo controlo emocional durante o jogo (juro que se fosse eu que tivesse tido o Gaitan com a cabeça colada à minha tinha-lhe dado uma cornada de tal força que o mandava procurar o nariz na nuca), mas principalmente pela evolução que tem vindo a mostrar. “É o próximo senhor trinta milhões”, disse-me o meu amigo ao lado. Não sei. Mas que está nitidamente a crescer como jogador, não tenho dúvida.

(+) O golo de Hulk Só tenho uma pergunta: porque raio não tens tentado fazer isso mais vezes nos últimos jogos?!

 

Não há Baronis hoje. Até Jesus merecia um semi-Baía pela audácia na entrada de Rodrigo em vez de Aimar, mas optei por não o fazer. A glória é nossa e quero saboreá-la na totalidade. Ainda assim, para ser justo, é verdade que o golo da vitória é irregular porque Maicon está em fora-de-jogo. Mas é difícil de marcar e nestes casos, como sabem, dou sempre razão ao bandeirinha (podem inventar seiscentos nomes diferentes para a função, continuarei a chamar “bandeirinha”). No entanto, a vitória é justa pelo que conseguimos fazer depois dos momentos-chave do jogo. O golo de Hulk é um portento, a recuperação depois dos dois golos seguidos do Benfica é notável e a forma como soubemos manter a bola em nossa posse depois do 3-2 é prova que estes rapazes, quando querem, sabem jogar futebol do bom. Se não o fizeram num passado recente…já são outras histórias. Saímos de Lisboa (para não mais lá voltar neste campeonato, felizmente) com três pontos de avanço e vantagem no confronto directo. Voltamos a depender só da nossa própria performance. Não estava a contar. Estou feliz. Estou muito feliz.

44 comentários

  1. Ganhamos com um golo irregular e ficou um penalty claro por marcar a nosso favor, pelo mesmo fiscal de linha.

    Mas claramente, foi um grande jogo com duas equipas que ambas mereciam os 3 pontos, portanto um resultado justo seria um empate.

    Ganhamos porque tivemos coragem e audâcia de procurar a vitória, e porque os nossos jogadores acreditaram muito mais que eu quando sofremos o 2-1!!

    Parabéns rapazes!

  2. O pior caro Jorge, é que a pseudo-imprensa esta semana vai REPETIR À EXAUSTÃO sobre o golo de Maicon, é certinho.

    E tão certinho como isso, vão omitir:
    -a 1ª entrada do tacuara rachada em Rolando, para amarelo(seria o 1º)
    -a 2ª entrada do tacuara rachada em Rolando, onde foi amarelado(seria o 2º)
    -a falta inexistente que deu no 2º golo dos lampiões
    -o penalty claro a favor do FCP quando o placar era de 2 x 2, ONDE o tacuara rachada toca pelo menos 2 vezes com os braços na bola dentro da área das galinhas,onde na primeira vez desvia claramente a trajetória da bola.

    Ah ia esquecendo, também no lance que originou o 2º golo do FCP, a pseudo-imprensa vai tentar inverter a falta não marcada do belga que tem cabelos que parecem cotonetes de cabina telefonica sobre o defesa do FCP, e vão repetir á exaustão que foi o defesa do FCP quem fez falta sobre o belga dos cabelos que parecem cotonete de cabina telefonica na origem do golaço de James.

    Vai uma aposta?

    No mais, VP teve TOMATES, pois eu também como tu, pensei na hora: James por Rolando?Este gajo é maluco!!!!

    E só pra chatear, o golo do Maicon, que tanto o orelhas e o jorgesus andaram a zurrar no fim do jogo, foi exatamente igual ao que os cabelos de caracóis, que agora está no chelsea, marcou contra o Braga em 2009, onde o treinador dos cabelos à manuela ferreira leite disse a célebre frase da playstation.

    Abraço.

    1. Eu não me surpreendeu em nada essa substituição… tinha de ser naquele momento… pensei que tirasse o Maicon(e ainda bem que não), mas não havia muito mais a fazer

        1. eu tinha mas não acreditei que o VP tivesse…

          Da maneira como estava a ler o jogo, não havia grandes opções.. ou era o Sapunaru ou o James a entrar e a sair ou um DC ou mesmo o Djalma.

          A perder, tinha de ser, tanto que o Djalma já jogou alguns jogos a Defesa direito e mostrou sempre competência.

          Acredito que se tivessemos empatados tinha sido troca directa Djalma-James e mais tarde 1 central pelo Sapunaru para tentar dar largura, mas assim era o que se arranjava.

          Mas devo dizer também, que o VP poucas vezes concorda comigo, portanto, vai na volta, não faria nada do que estou para aqui a dizer, como neste jogo eu e ele só estivemos de acordo nessa primeira substituição lol

  3. Não sei se repararam mas Maxi Pereira cuspe em James Rodriguez assim que o arbitro apita para o final do jogo, se alguém tiver gravado o jogo que publique essas imagens!!

  4. Já não vibrava com um jogo assim há muito tempo. Finalizado o jogo as minhas mãos tremiam!

    Tenho a dizer, áquele que tanta crítica tem ouvido esta época, umas justas outras muito injustas, GRANDE VÍTOR PEREIRA! Os meus parabéns, quando ele põe James por Rolando eu critiquei, eu disse “fod*-se o gajo tem o Sapunaru no banco, ele está-se a passar?”, quando ele tira o Moutinho e põe o Kléber eu disse “se calhar era melhor segurar o empate que ainda estamos em 1º”, mas não, ele não fez nada disso e ganhou! E foi certamente o homem que mais quis ganhar o jogo hoje! E após tanta crítica só lhe tenho a dizer que estou com ele até ao fim e que se de mim depender terá sempre no nosso estádio (nos jogos fora não posso prometer), um apoio incondicional até ao final da época e um ambiente infernal para os nossos adversários.

    Quanto à arbitragem como já referiram, vai certamente haver propaganda benfiquista em relação ao golo, esquecendo todos os erros contra nós que foram mais que muitos! Espero que surjam vídeos e imagens com os lances em que fomos prejudicados para que possamos combater essa propaganda.

  5. Eu sei que todos os jogadores tiveram merecidamente direito a um Baía, mas o James hoje merecia uma menção individual, sozinho criou o 2º golo e o início da reviravolta. Muito talento tem este miúdo…

  6. É a primeira vez que aqui comento depois de muito (e com agrado) ler! Peço desculpa pelo motivo que me leva a fazê-lo mas é só uma correcção Jorge… É que não são “metafóricos”!

    O Homem está doido e está a jogar aqui a carreira dele pensei eu, e ganhou-a!

    Belíssimo jogo, podia ter caído para os dois lados, venceu quem teve coragem.

    Arbitragem é fait divers para quem precisa de desculpas!

  7. Jorge, sei que durante a semana disse-te que o Maicon fez um grande jogo, mas que não voltaria a dizer isso, ao que respondeste que se calhar na 6ª o ia voltar a dizer. E tinhas razão o Maicon fez um grande jogo, rende muito mais como defesa central do que como lateral.
    Não tinha muita confiança para este jogo mas mais uma vez os nossos jogadores souberam mostrar a todos o que é o Porto.
    Dominamos os primeiros 15 minutos, marcamos um golo no nosso melhor período e depois abrandamos o ritmo e o “clube visitante” lá conseguiu empatar.
    Na 2ª parte entramos mal e sofremos o golo logo de inicio, mas nunca deixamos de acreditar nem nunca baixamos os braços.
    Mérito para o VP leu bem o jogo, arriscou nas substituições, mostrou ambição e deu-se bem. Grande parte desta vitoria também é mérito dele. Com isto não quero dizer que passou a ser o melhor treinador do mundo, nem me esqueço todas as criticas que lhe fiz, mas quando acho que tem mérito tenho que lho dar.
    Onde andou este VP durante o resto da época, se calhar se tivesse mostrado sempre este querer estávamos com mais pontos de avanço (mas isso é entrar no campo das suposições). Sei que já te disse varias vezes e volto a dizer para o ano vamos ter outra vez o VP como treinador mesmo que seja campeão este ano.
    O Hulk esteve bem abaixo do que pode fazer marcou um grande golo mas depois apagou-se. Moutinho mais uma vez o motor do meio campo e Fernando muito bom jogo.
    James Rodriguez mais uma vez mostrou que é titular nesta equipa no não jogou de inicio por ter feito um jogo a meio da semana.
    Foi uma grande jogo coletivo a equipa jogou como um todo. Mas na minha opinião o melhor jogador foi o Lucho, um jogador equilibrado, passa despercebido mas é o símbolo do equilibro da equipa.

    Neste momento olho para cima e não vejo ninguém, mas calma não passamos a ser os maiores do mundo. Com calma e querer vamos ser campeões.

  8. Boas Jorge,

    Como tinhamos falado a tarde, não esperava este jogo…

    Eu não gosto do VP, mas desta vez tiro-lhe o chapeu. Merece todos os créditos da vitória. Eu não tinha tomates para tirar o Rolando… qto mais o Otamendi ou o Djalma.

    Outra nota vai para o Maiconas. Já tinha escrito anteriormente que gostava mto de me arrepender de dizer que ele era um nabo. Que grandes jogos ele tem feito ultimamente (se bem q no golo do Cardozo podia estar melhor posicionado).

    Outra coisa q me anda a irritar no Hulk é o cair ao mínimo toque. Condordo com aquele post inglês que postaste, um jogador com aquele caparro todo não pode estar sempre a cair.

    Um Baroni vai para a larga maioria de adeptos encornados. A grande maioria não é capaz de dizer q foi um grande jogo, que podia ter pendido para qualquer dos lado. É melhor justificar a derrota com o arbitro…

    abraço,
    João

  9. Durante muito tempo e ainda com Jesualdo Ferreira, sempre achei que Maicon era o substituto de Pepe, e via (vejo) nele qualidades de excelente central.
    Quanto ao nosso Mister, espantou-me tanto, tanto tanto que na substituição do Moutinho pelo Kleber disse ao meu pai: uma substituição provocatória ao chicletes! Tá a mostrar que nem precisa de meio campo e mete um puto que não joga á meses! Humor negro (neste caso azul) entre treinadores.
    Sobre a arbitragem o Orelhas barafustou apesar de ter dito que não barafustava, sobre um arbitro que até achei que marcou faltas inexistentes contra nós, vide o caso do 2º golo onde Djalma corta a bola limpinho!!!! E então aquela defesa a duas mãos do cardozo na sua própria área é o quê???

  10. Bom dia,

    Ontem fizemos um jogo à campeão.
    VP que eu tenho criticado esta época, foi arrojado, arriscou e petiscou.
    O Benfica apenas nos criou dificuldades em bola paradas e foi assim que marcou dois golos.
    Grande jogo de Maicon, o defesa em melhor forma no plantel.
    Nervos de aço de Maicon quando encostou a cabeça a Gaitan, sem cair na tentação de o tombar.
    Desde que foi para o centro da defesa, Maicon anulou Cardozo, e foi a segurança na defesa que nos permitiu partir com certeza para o ataque.
    Grande golo de Hulk, a premiar uma boa exibição.
    James, El Bandido, foi o jogador que agitou a partida e nos empurrou para a vitória.
    Fernando excelente nesta partida, e fantástico na combinação com James no golo do empate.
    É de lamentar a atitude de Maxi no final da partida que cuspiu em James. Vamos aguardar a punição para o uruguaio.
    Lamentáveis a declarações dos responsáveis do Benfica, que se refugiaram nos erros de arbitragem para justificar a derrota. Foi a mais pura lavagem cerebral aos seus adeptos.
    O golo de Maicon é tão fora de jogo como aquele que apontaram em Barcelos.
    http://www.hostthenpost.org/uploads/343f1a6e7865d8d3e81db838935a9e09.jpg
    Também se aguardam punições pelas declarações.

    Fomos inteligentes, soubemos sofrer, lutamos e por conseguinte alcançamos a justa vitória.
    Estes 3 pontos de vantagem não nos garantem o título, mas esta vitória é muito importante do ponto de vista emocional para encarar as restantes 9 jornadas.

    Abraço e bom fim de semana

    Paulo

    1. obrigado, Ana, e retribuo o agradecimento pelo trabalho que a Ana faz pela nação portista. leio o portistaforever todos os dias e o seu esforço poupa-me a deslocação a alguns jornais desportivos :)

      saudações portistas,
      Jorge

  11. Ontem o nosso treinador estava possuído…ontem mostrou que pode ser um treinador à Porto…ainda tem muito a provar…e certamente que este jogo lhe correu muito bem…mas tem deixado muito a desejar até agora.
    E sim…teve cojones de aço…e aço fundido…mas gostei de ver…eu felizmente tive a oportunidade de ver o jogo no estádio..e pensava que não era o Vitor que estava no banco..mas parece que era ele…e estava vestido de garra azul e branca…à porto..
    Mas a partir de agora é que vamos poder ver se ele é treinador para o Porto ou não…
    Bem, se for para fazer sempre jogos como o de ontem, sim..se for para continuar a inventar de forma parva e não ganhar jogos, não…

    O tempo o dirá…

    Saudações Portistas

  12. Caro Jorge,
    Como já aqui tinha escrito, costumo visitar o teu blog, o Cacifo e alguns blogs do meu clube.
    Hoje, por motivos obvios nao tinha qq vontade de passar nesta rua, mas resolvi arriscar e fiz bem.
    Estamos no lado oposto da barricada (tu não viste mas eu ainda agora disparei mais um tiro que te razou o capacete…) e fizeste a mesma analise que eu e que se escreve em 3 ou 4 pontos:
    . Equipas muito identicas em (alta) qualidade e o jogo podia ter caido para qq um dos lados.
    . VP põe os tomates no cepo e sai da Luz a rir. Se VP for campeão, o que não é, ainda, liquido, já acredito em tudo.
    . Fica-te tão bem o reconhecimento do golo decisivo em fora de jogo, como a ressalva de que era dificil de tirar. Acrescento eu que a saida do Artur é má.
    Só discordo num ponto, no teu semi-Baia, que neste caso seria semi-Eusebio, ao JJ. É ele que oferece o dominio do jogo ao FCP, quando é obrigado a substituir Aimar e o troca por Rodrigo, voltando ao suicidiário 4-2-4, que me tem dado cabo do coração.
    Resultado, o Benfica não teve um (!) lance de perigo durante toda a 2a parte. Nao estou a considerar bolas paradas obviamente.

    Enfim, boa vitoria do FCP, mais uma e a liga a vossa mercê, quem diria isto à 3 semanas. Temo pelo resto da época do meu clube. Tenham um bom fim de semana. Já que eu nao posso ter, que alguem o tenha.
    Abraço

      1. Caro guilherme e os que me mencionaram nos vossos comentarios,
        Nao me custa nada, é de borla mesmo, aceitar a derrota de ontem.
        O benfica de ontem perdeu. O arbitro teve um erro importante? Teve. Mas eu estive no algarve nos 3-0 da taca da liga. Nesse jogo o fcp foi mais do que ajudado pelo arbitro, nao e necessario referir a atitude vergonhosa do bruno alves nesse jogo durante todo o jogo e… Entao? Entao nada, ganhou a melhor equipa por 3-0.
        O arbitro de ontem esteve mal. Ha varios erros para os dois lados, logo esteve mal, mas qual e a novidade. Dizer que a arbitagem portuguesa e uma merda e noticia?
        Ontem, o benfica, que continuo a achar que tem um plantel melhor do que o do fcp (e venham de la essas criticas), tinha que ter sido melhor. Nao foi e pos-se a jeito de acontecer o que aconteceu: uma derrota que colocou a liga numa salva de prata para o fcp. Vamos ver se agarram essa salva ou se a deixam cair no chao com estrondo como o meu clube fez nas ultimas semanas. Seria hipocrita se nao vos dissesse que desejo com todas as minhas forcas que aconteca a 2a hipotese… Lol
        Cumpts

        1. ainda não sei no que vão dar estes quatro pontos, sinceramente. a época tem tido tantos altos e tantos baixos que já não consigo teorizar sobre o que se poderá vir a passar na próxima semana.

          mas sabe bem melhor estar à frente, carago.

          e concordo que o Benfica tem melhor plantel que o FC Porto, pelo menos tem mais opções em algumas zonas e com mais qualidade. ontem não o conseguiu mostrar. lucky us.

          um abraço e obrigado pelo desportivismo,
          Jorge

  13. Foi um jogo bem conseguido, e, é justo dizê-lo, com uma óptima leitura de Vítor Pereira. Confesso que torci o nariz quando vi Maicon de novo na lateral direita, quando me parecia que deveria iniciar a central para contrariar a maior estatura de Cardozo, em relação a Otamendi. Mas percebi a ideia do treinador. Preferiu o equilíbrio defensivo já que a tendência do constante adiantamento de Palito, aconselhava o outro lateral menos subido. Djalma na esquerda foi nitidamente para compensar os avanços de A.Pereira e tentar travar os de Maxi.

    Até nas substituições VP esteve à campeão. Arriscou e petiscou. Eu que não sou um particular fã do treinador dou-lhe os meus parabéns muito sinceros. Espero que este desempenho tenha sido a regra para manter. Se assim for ninguém ousará criticá-lo de novo.

    Justa vitória, conquistada com todo o mérito e muita raça. O caminho fica aberto para a renovação do título, mas é preciso manter os pés bem firmes na terra. Há ainda caminho difícil para desbravar. Não percamos a serenidade.

    Um abraço

  14. Caro Jorge

    O Vitor Pereira deve de ter lido o post de ontem porque puxou dos galões (ou de outra coisa terminado em …ões), e mostrou realmente que foi de Homem.
    Se tantas vezes o criticamos, agora é mais do que merecido dar-lhe os parabéns. Confesso que aquela substituição também me pareceu estranha mas foi de mestre.

    O Hulk ontem mostrou o que é um grande jogador, ele que tantas vezes em jogos grandes desaparece. Ontem esteve um grande, não só pelo golo que marcou mas também pela garra que deixou em campo.

    Abraço

  15. 100% de acordo.
    Uma enorme alegria.
    Também consideraria o Lucho como melhor em campo… apesar dos grandes baías aos restantes, especialmente ao Maicon, que tem sido um esteio.
    Sobre os tomates deste gajo também há muito a dizer: um gajo que foi ao inferno e voltou. Com serenidade…

    No final só daria um baroni ao dirigente que não soube perder!

    PS: PN, o seu comentário de hoje é de gentleman!

  16. O golo do Maicon, em fora de jogo milimétrico e não escandaloso, faz-me lembrar um carro a ultrapassar um tractor numa estrada completamente deserta… mas com linha continua a dividir a estrada! É ilegal, mas todos transgridem, mesmo os que histericamente gritam que não!!!!

  17. Boas!

    Já que, por algumas vezes, utilizei este espaço para criticar o nosso D’Artagnan, tenho a dizer que hoje o tipo ganhou o meu respeito. É preciso tê-los no sítio para “arriscar” como ele o fez, ainda para mais naquele estádio de merd*. Para mim, a vitória deve-se ao nosso treinador.
    Uma vitória não faz uma época, nem faz dele um (futuro) grande treinador, mas se ele continuar a mostrar a coragem que mostrou hoje, sou o primeiro a meter a “viola ao saco”.
    Parabéns a todos nós!

  18. Boas Jorge,

    desculpa o testamento, mas cá em casa ninguém vê a bola, isto faz parte do tratamento ;)

    existem várias ocasiões que num momento de pausa e harmonia penso para mim mesmo “Como é bom não ter razão”.

    Como já te tinha transmitido, não acreditava que iríamos sair da Luz com pontos, quanto mais com 3, com os constantes erros do nosso treinador e não raras paralisias cerebrais dos nossos jogadores, pensava, com o Benfica num dia bom, iria ser muito difícil.

    O Benfica, na minha opinião, é das equipas em Portugal a jogar melhor futebol, tem alguns jogadores que são acima da média e que graças à magia de Aimar aliada à força de Javi e Maxi (podem ser uns porquitos, mas se fossem do Porto, eram os maiores ;)), oportunismo de Cardoso e a velocidade de Rodrigo têm um meio campo e uma frente de ataque rápida e imprevisível.

    Felizmente, o Porto entrou com muita vontade e os jogadores pareciam descontraídos, como se tivessem um bom pressentimento sobre o jogo.

    O golo “matinal”, desculpa, o míssil, logo no início do jogo confirmou a boa disposição dos nossos jogadores e apesar das constantes alterações do resultado nunca os vimos de cabisbaixo.

    O Benfica tinha o Javi em baixo de forma (acho que o homem não deve ter recuperado da lesão e deve estar a jogar infectado para conseguir aguentar 90 min) e quando o Aimar saiu eu pensei para mim próprio “Vamos ganhar esta m#$da”, só o Garay e o Maxi é que estavam com pernas e esses estavam presos lá atrás.

    E depois a grande, enorme, gigantesca surpresa…. Quando entra o James (esperado) e o VP tira o Rolando fiquei abismado, “Porra”, dizia eu, com a minha mulher a dizer “Olha as meninas”, bem, nesse momento pensei “F$ck it”, perdido por um, perdido por mil.

    Não foi bom, foi excelente, o Benfica ainda fez alguns ataques mas depois veio magia de James e o Benfica foi completamente a abaixo das canetas. Eles praticamente desistiram do jogo e depois foi a expulsão do Emerson (não me recordo do primeiro amarelo, mas o 2º foi justo) e o Benfica deixou de acreditar; e, para variar um pouco, o Porto acreditou e foi para cima, mostrou que queria mesmo os 3 pontos.

    O golo do Maicon foi de facto em fora de jogo (antes das repetições já me tinha apercebido disso), assim como o Cardozo jogou volei na área e outras incidências durante o jogo. Gostava que tivesse sido um golo limpo, mas não foi e ainda bem que foi para o Porto…

    Por fim, depois do jogo, telefonei para o meu Pai (que fez 25 anos de sócio, para o ano sou eu :)) e disse-lhe várias vezes “Esta m$rda foi linda!!! Esta m$rda foi linda”.

    Foi bom, mas só vale 3 pontos, temos que ir ao Nacional já daqui a 2 jornadas, ao Paços, ao Braga e ao Marítimo, vai ser muito difícil não perder pontos, mas para quem há 3 semanas estava fora da corrida pelo titulo nem nos estamos a sair mal :)

    Ainda bem que não tive razão e o Porto me deu uma lição!!!

    P.S.: Saudações desportivas ao Sr. PN, o porteiro aqui do blog de certeza que agradece quando alguém de outras cores vem aqui opinar, principalmente com a sua correcção, até pode falar mal do Porto, só não se pode faltar ao respeito :)

    1. Bem dito LP.
      Acho o mesmo do plantel do slb. Cheguei a alimentar a esperança de lá ir buscar o Maxi. Tinha sido lindo. E o Aimar, enfim, como ele não há muitos.
      Vai aparecendo e escrevendo que a malta agradece.

      Saudações portistas,
      PELIFE

    1. permito, como é evidente. não concordo a 100% porque acho que o James ainda precisa de crescer bastante. mas aqueles pés não enganam, não senhor.

      um abraço,
      Jorge

  19. Caro Jorge e comentadores,

    Grande jogo! 90 minutos de absoluta tensão. Um dos melhores jogos que vi o Porto fazer na Luz.
    No final parecia que tinha levado um ensaio de porrada e perdido anos de vida.
    Foram diversas as vezes em que senti o coração aos pulos.

    Podia ter dado de facto para os dois lados mas deu, felizmente (e com pena por ser com golo ilegal), para a equipa (toda) que mais quis vencer.

    Fiquei com a noção que depois da expulsão era uma questão de tempo até marcarmos. Foi o Maicon. Eu pensei que seria o Kleber. A pressão estava a ser muita. Foi fantástico que não se aceitasse o empate.
    Kleber pelo Moutinho, num 4-2-4 com um extremo como lateral contra o slb na Luz, mesmo contra 10, foi do melhor.

    Aqui postei que o que mais queria era ver o Porto a queres ganhar o jogo. Mesmo que não o ganhasse.
    Não podia ter sido melhor.

    A minha Vénia ao VP. Esteve perfeito. À campeão.
    Não pensei que pudesse mostrar esta coragem, admito.
    Como disse o Runesocésio, acho que ele sentiu que este jogo podia decidir a sua continuidade. Ou então percebeu finalmente que a treinar o Porto tem que jogar para ganhar em qualquer campo.

    De qq forma acho que podia ter começado com o Sapunaru na direita e o Maicon no meio. Se necessário punha-se na mesma o Djalma na direita. O Maicon no meio é outra coisa.

    Tirando a primeira parte com o City (foi só meio jogo), foi o primeiro jogo esta época que achei o Porto uma GRANDE equipa, como nos têm (felizmente) habituado.

    O VP ainda não me convenceu totalmente, mas o que vi hoje deixa-me esperançado.

    Uma palavra final para a classe do VP e do PC no final do jogo.
    Gostei muito que não houvesse qualquer sobranceria ou provocação.
    E a darem os dois genuinamente mérito ao adversário.
    Soubemos ganhar, o que alguma vezes não acontece.
    Um novo Porto super cool. Muito bom.
    A manter, mesmo que nos passe a correr menos bem. Somos os maiores e não precisamos dessas coisas.

    Foi a primeira vez que o VP não me irritou nas declarações pós-jogo e conferência de imprensa. A arrogância e insegurança mal disfarçadas (que têm estado sempre presentes) desapareceram por completo. Eu nem estava a acreditar. Muito bom.

    Jorge, muito bom post.
    Confia mais no James. Falha de vez em quando (com o City foi zero e há uns jogos fez aquela agressão ridícula) mas é mesmo um gajo com muito talento e que é ainda muito novo. Vai brilhar.
    O Djalma é melhor do que o Mariano, mas é um trapalhão. Viram a padeirada do centro/remate naquela jogada pela direita que foi directa para as mãos do Artur (grande guedes)? Imaginam aquela bola nos pés do James? O Djalma ainda pode melhorar e é um belo banco. Mas com o James é outra loiça.

    Árbitro com alguns erros, mas globalmente uma boa exibição. E sem desejos insuportáveis de protagonismo.

    Vai ser difícil, mas estamos de facto de volta à luta.
    Venham eles!

    Saudações portistas.
    PELIFE

Responder a Fonseca Cancelar resposta