Baías e Baronis – Paris Saint-Germain 2 vs 1 FC Porto

foto retirada de desporto.sapo.pt

Começo a ficar chateado com o que se tem vindo a passar com a equipa do FC Porto. Dois jogos, duas derrotas e duas enormes doses de azar em cada uma delas. Saímos de Paris com a cabeça enfiada numa camisola de gola alta, com a vergonha de uma derrota que surge depois de um lance que ninguém pode evitar a não ser o principal actor na tragicómica actuação que deu o segundo golo dos novos-ricos. Mas o FC Porto, com alguns problemas que foram pontuais e que de uma forma curiosa funcionaram como um espelho do jogo da primeira mão no Dragão, esteve no jogo para o vencer e não (sempre) para aguentar o empate. A não ser naqueles primeiros 15/20 minutos da segunda parte, quando se acomodaram tempo suficiente para permitir que a sorte sorrisse aos gajos lá do burgo. Não gosto de perder e custa-me ainda mais perder quando não é totalmente merecido. Mas neste tipo de competição contra uma equipa que está aproximadamente ao nosso nível…acontece. Segundo lugar, venham os primeiros! Notas abaixo:

 

(+) A dupla de centrais Estiveram ao mesmo nível que no jogo do Dragão, com a pequena nuance que Maicon deu o lugar a Mangala mas a qualidade da exibição não foi afectada. Otamendi esteve mais uma vez em grande, intercepções perfeitas, posicionamentos certíssimos, agressividade correcta, cortes milimétricos de carrinho e acima de tudo uma vontade inabalável de fazer explodir tudo o que fosse francês ou que lá pagasse impostos. Mangala esteve também muito acima da média contra a “sua” equipa, agressivo no contacto, forte no choque e agressivo no transporte da bola para a frente. Com estes centrais, Maicon e Abdoulaye na margem, não tenho problemas no centro.

(+) Alex Sandro Excelente na luta contra Lavezzi, é forte e resiste ao choque de uma forma firme, forte, com intensidade, com garra. Gosto de o ver nas diagonais para o centro com a bola controlada no pé direito, sempre com os olhos paralelos à relva, a ver Moutinho ou Lucho para funcionar na triangulação, Gosto de o ver a subir mas essa já é a parte conhecida. O que estou mesmo a gostar é o de ver a defender, com critério na intercepção, inteligência no posicionamento e cada vez menos displicência na saída com a bola. Esteve muito bem.

 

(-) Os melhores no Dragão foram os piores em Paris Fernando e Varela estiveram em baixo hoje no Parc des Princes. O médio complicou em demasia a posição que deve ser das mais práticas e simples em campo. Bola chega, bola sai. Rasteira na construção, rápida na recuperação. Não tem muito que saber se o jogador é bom (e como neste caso estou a falar de Fernando, não tenho dúvida quanto à valia do rapaz) mas hoje tudo pareceu sair com excessivas brincadeiras e pouco sentido prático. O homem tentou fazer TRÊS “cuecas” sem o conseguir. TRÊS! E Varela esteve ao nível de 2011, sem brilho, a escorregar nos momentos mais certos para os contra-ataques do PSG e sem qualquer produtividade visível no ataque da equipa. Ambos saíram de campo tarde demais.

(-) O frango de Helton Foda-se. É isso, só isso. Acontece aos melhores. Foda-se.

(-) As bolas paradas Mais um golo sofrido de bola parada e é impossível deixar de correlacionar o tipo de lances do género com os golos sofridos pelo FC Porto. Não consigo perceber como é que um dos melhores jogadores do adversário em termos de bolas impactadas com a cornadura se deixa andar solto, com uma marcação à zona tão fraca. Somos uma equipa pequena? É verdade. Ganhemos na antecipação, no choque, na luta, na movimentação na área. Estou farto de tremer quando a bola é flutuada para a nossa área.

(-) Esperar pelo infortúnio dá…em infortúnio O nosso primeiro golo depois do primeiro golo deles foi excelente. A reacção a quente, forte, com impacto, a empurrar o adversário durante meros quatro ou cinco minutos de uma forma tão insistente que bastou o lateral direito subir um pouco pelo flanco e cruzar para a área que o ponta-de-lança tratou do assunto num instante. Ponto. E no início da segunda parte, numa altura em que podíamos (e devíamos, porra!) ter imposto um ritmo de jogo com a bola por nós controlada, ao invés de ficar atrás da linha de acção à espera do que é que o adversário pudesse fazer, foi exactamente isso que fizemos. Esperamos, porque jogamos para o empate durante vinte minutos. Uma fraqueza que durou tempo demais, em que nos deixámos embalar pelo jogo mais pousado do PSG e cedemos a um recuo das linhas, a uma organização mais atrás do que deveria ser forçado a acontecer numa equipa como a nossa. Não tendo nada a temer do PSG, mostrámos em campo que não os temíamos. E eles, com alguma sorte, fizeram-nos engolir a arrogância. Que nos sirva de lição.

(-) TVI Tenho algum respeito por Fernando Correia, muito mais do que tenho pelo Manha. Mas ou o homem está a perder as suas faculdades mais depressa que a direcção de Desporto da TVI quer admitir, ou está a perder o contacto com o futebol moderno e/ou com o seu oftalmologista. Foram dezenas as vezes que se enganou durante o jogo, com Manha a ser incapaz de o corrigir de uma forma adequada todas as vezes, se bem que acredito que o próprio Manha estava a achar curioso que o colega estivesse a ver o jogo de uma forma tão consistemente errada. Para lá das falhas nos nomes, nos lances, nas direcções do vento e na previsão metereológica, o relato é mau. É muito mau. É fraquíssimo, gramatical e semanticamente. É como se Ray Charles relatasse lacrosse na Mongólia. Às vezes, e não me levem a mal, acho que eles bebem vinho em directo. Muito vinho.


Sempre disse que não me preocupa nada ficar em primeiro ou segundo na fase de grupos da Champions. O que me interessa mesmo é passar à próxima fase e quem vier a caminho, que venha. E se me chamarem “menino” e “pessimista”, so be it. Não sou um optimista, nunca o fui, e continuo a achar que o FC Porto é um clube que deve tentar sempre estar presente nos dezasseis melhores da Europa. Para ultrapassar essa fase, o que me preocupa é mesmo a qualidade do plantel e acho que temos o suficiente para enfrentar qualquer adversário com os olhos firmes nos olhos deles. Seja o Barça, o Unaite ou o Baierne. Fuck’em. Venham eles.

20 comentários

  1. Viva Jorge
    Eu que não sou muito de comentar acho simplesmente 2 coisas.
    1. O Vitor prova, jogo apos jogo que pode querer, mas quando a equipa precisa de um treinador ele não esta la
    2. Posso ser criticado por muitos, mas o Valera ou o Atsu naquela ala não! Nenhum deles…
    3. Kleber (pqp). Eu acho que só o fato de estar no banco já irrita. Tou a pensar fazer uma petição para o por de la a andar …
    Jorge

  2. BOAS grande Jorge,nao vou opinar ,sobre o resultado hoje ate porque ha uns dias dizia que a bluegosfera,estava escandalizada,mas iria ficar mais,mas tu no post debaixo,dizes que o psg e banal,a execao de um ,o porto nem a banal chega,com execao do OTAMENDI

  3. Jorge,

    Relativamente aos dois últimos jogos, é como dizia o outro, perdemos pau e bola….. paciência, é levantar a cabeça e seguir em frente.

    Otamendi é um excelente defesa central e deixa tudo em campo.

    Danilo, tem ares de Prima Dona.

    Não vale a pena bater mais no ceguinho, temos que dar o benefício da dúvida, temos que acreditar nos jogadores e equipa técnica, nada de dar tiros nos pés.

    Quanto ao relato do jogo na TVI, fiquei com a nítida sensação que o Fernando Correia e o Manha, estavam a seguir com mais atenção o jogo do Real Madrid vs Ajax e volta e meia quando tinham algum tempo, de relanço davam uma vista-de-olhos no jogo do F.C.Porto vs PSG, tal era a quantidade de erros de interpretação, nomes dos jogadores a intervir nos lances. No golo do Jackson, até foi dito que foi auto golo. Uma tristeza.

    Um bem haja e parabéns pelo trabalho desenvolvido neste BLOG.

  4. Não vou comentar o jogo, quero só dizer que concordo contigo quanto À qualidade dos comentadores da TVI, aquilo sempre foi mau mas ultimamente está completamente idiótico, parece que é de propósito para gozar com quem está a ver…

    Os tipos não acertam 2 vezes seguidas com os nomes dos jogadores… impressionante…

  5. Não consigo perceber ainda porque gerimos a equipa assim em Braga, se era este jogo que não interessava para nada!!!
    A taça é a segunda competição que temos de ganhar e não fizemos tudo para seguir em frente, e isso não dá para entender…

    Para além disso jogamos com uma segunda linha em Braga, e no jogo logo a seguir o treinador diz à segunda linha que não conta/confia em nenhum deles. A perder faz as duas ultimas alterações quase aos 90minutos… a ultima tira um lateral para meter um central?

    Alguém me consegue explicar isto?!?!

  6. Viva pessoal.
    Triste e decepcionado com o resultado pois odeio perder, mas reconheço que PSG foi melhor, contudo fico satisfeito com a postura tomada após estar em desvantagem por duas vezes, é de dar valor a este grande FC Porto, nunca desistiram estes grandes jogadores…
    Uns falam de sorte, outros de azar ou invenções mas realmente a eficácia não tem estado no ponto mas tenho o pressentimento que o Moreirense vai “sofrer no pelo” a raiva portista, para mim Vítor Pereira tem cumprido bem a sua missão e há que dar valor ao homem, bom futebol e entreajuda.
    Até estou curioso para ler o texto do Jorge 6ª Feira no “Ouve lá oh Mister” para ver o que lhe vai na alma…só espero uma partida conseguida e que nos acalmem e apaguem a semana infernal que felizmente lá acontece só de 3 ou mais anos, com uma exibição perfeita e eficaz pois todos nós merecemos…
    FORÇA FC PORTO, um abraço Portistas e ANIMO MALTA…..

    1. “Até estou curioso para ler o texto do Jorge 6ª Feira no “Ouve lá oh Mister” para ver o que lhe vai na alma”

      Tens de esperar até sábado de manhã :)

      Abraço,
      Jorge

  7. Agora vão aparecer os portistas das derrotas a malhar em tudo, desde o VP até ao Helton. Andavam escondidos desde o princípio da época.
    Claro que uma pessoa fica com azia mas um pouco de bom senso não faz mal a ninguém…

  8. vou no seguimento das críticas aos comentários de fernando correia. é demasiado mau. o homem não percebe nada de futebol e a quantidade de vezes que se equivoca nos nomes dos jogadores está a tornar-se especialmente irritante. qualquer ser que compreenda o mínimo de futebol e consiga distinguir os números e nomes escritos numa camisola faz melhor trabalho.

  9. Eu vi o jogo num stream online e os comentadores britânicos fartaram-se de dizer mal do Helton, muito antes do frango. Após, diziam que era um desastre à espera de acontecer. Eu fiquei algo chateado com a situação pois tenho carinho pelo Helton mas creio ontem ele esteve mal mal mal. Saía da baliza feito maluco, pontapés de baliza mal tirados, o frango, pá, se ele não a cabeça necessária para estes jogos, o Porto tem que arranjar guarda-redes novo.

    1. Interessante esse comentário, porque ontem desde o início também notei que parecia que o Helton estava mal fisicamente…muito agarrado ao chão – não sei se foi do amarelo – ou se era ele que estava amarelo…

  10. Boa noite Jorge,

    infelizmente comecei a ver o jogo tarde…

    Sai do carro o Porto sofreu um, cheguei a casa, liguei a TV e o Porto marca. Ainda pensei, boa, estamos a marcar quando precisamos….

    Depois de um conjunto de oportunidades falhadas por ambas as equipas acho que Porto conseguia vencer estes senhores 7 vezes em cada 10 jogos (pq 7? pq é mais que 6 e menos que 8), não os acho grande espingarda, aliás, acho que o grupo do Porto era fraquinho e devíamos ter ficado em primeiro.

    Ontem fiquei chateado com algumas situações, além de ser o 2º jogo em que perdemos com golos oferecidos, continuo a não perceber algumas coisas
    – Danilo, aquela coisa foi das contratações mais caras de sempre? Falta de concentração, sempre com uma finta a mais… porra, não tenho paciência
    – Gosto muito do Lucho, mas se calhar ele deveria ter saído quando se notou o cansaço (aos sessenta e tal minutos uma bola está à frente dele e ele não conseguiu correr para a apanhar)
    – Vitor Pereira: Tens 3 (três), trois, three substituições, com a equipa a perder, ele não mexe nos 5 minutos seguintes?!?! Porra meu, uma substituição bem feita é como um murro na mesa, acorda a equipa.
    – Dá a sensação que estivemos a jogar para o empate, só indo para cima deles quando estamos a perder…

    De resto, gostei do Otamendi, mesmo muito, a manter esta certeza no corte (ar e chão) temos patrão. Gostei do Alex Sandro e do Mangala (foi mt ingénuo no final e perdemos cerca de 1 minuto com aquele cartão amarelo)…

  11. Bom dia,

    Ontem fiquei mesmo fodido com o resultado.
    E não é por esta derrota nos ter deitado para o segundo lugar do grupo.
    É me indiferente que calhe Barcelona ou qualquer outra equipa. Somos um dos maiores emblemas da Europa e por conseguinte entramos na champions para a vencer, e temos de ter estofo para vencer qualquer adversário.

    Fiquei fodido, porque uma vez mais cometemos erros primários que em alta competição são imperdoáveis. Mais um golo sofrido de bola parada, falhar golos cantados e como se não bastasse mais uma desconcentração individual que resultou num frango.

    Somos melhores que o PSG, e ontem mesmo com erros primários não merecíamos a derrota.

    Os atletas tem de ter estofo e tranquilidade e assumir o peso da camisola que envergam, caso contrário qualquer adversário nos vencerá na próxima eliminatória.

    Já em Braga, além da lentidão de leitura e reacção ao jogo de VP, os nossos atletas não tiveram a perspicácia de entender que havia um Larápio em campo, e que portanto é preciso ronha e manha.

    Por falar em manha, ontem a TVI mais uma vez demonstrou que tem profissionais que prestam um péssimo serviço ao jornalismo desportivo. “Mute” foi a solução para poupar a minha paciência.

    Os portistas presentes no estádio mereciam mais empenho e concentração.

    Há que agora recuperar a equipa e olhar em frente.

    Abraço e boa semana

    Paulo

  12. o grande Jorge,nao quero ser mal interpretado(educado),quando digo que a equipa nao chega a banal,com execao do ota que a epoca passada esteve desconcentrado,mas este epoca esta com o poder antecipacao em alta sendo a maneira que ele tem de jogar,nao sendo alto,outro que esta acima do banal e o Jackson ,mas nao e um fora de serie, nao tem um exelente dominio de bola para depois arrancar com ela,mas muito bom a segurar a bola de costa voltada para a baliza,faz a diferenca no meio da liga portuguesa,A G O R A TUDO O RESTO E BANAL abaixo,sem falar do redes,porque acontence (ja vai pae numas 15),o lucho ou vai devagar o lento,na altura de chutar parece um passe ,fernando neste momento so passa a bola para tras,moutinho ja teve o seu momento ha umas semanas atras marcou 2 golos,defour nao consegue fazer um passe a rasgar,varela nao se consegue perceber como e jogador de alta competicao,atsu mais fantasia da parte do povo que jogador a serio,TEM(0)GOLOS ate agora,JAMES um enigma de freud,no psico,porque ele nao e extremamente rapido de velocidade,mangala pode vir a ser, agora esta melhor esta epoca,que a epoca passada era merda mesmo,AGORA o Jorge o meu dilema,danilo eclipasse porque o alessandro nao defende ,e tem liberdade para subir subir,depois nao tem concentracao para nao fazer faltas irreais,e 95% das subidas dele ficamos sem a posse e sem criarmos perigo,quanto ao outros 2centrais nao falo mas um deles ja vi jogar varias vezes e banalissimo,e quanto ao manager EU TENHO a minha opiniao,cada um tem a sua,so que mediante a visibilidade da opiniao de cada um, deve se expor o que nao esta correcto, A LUCIDEZ DESPORTIVA DOS ADEPTOS DO PORTO ESTA TURVA JA HA BASTANTE TEMPO….abracos

  13. Quando se joga para o empate, como penso que o FC Porto jogou, face às diferentes atitudes adoptadas, antes e depois de estar a perder, pelas duas vezes, arrisca-se a perder.

    Essa máxima voltou a funcionar em pleno.

    Efectivamente, os Dragões só mostraram o que valem nessa situação, o que convenhamos, não é a atitude certa para quem tem ambições europeias. Isso mais um conjunto de erros primários e fatais, que em alta competição se pagam caras ditaram a merecida derrota.

    Esta equipa tem que ser mais consistente se quer continuar na prova. Eu acho que não está ainda suficientemente madura para ambicionar voos mais altos, qualquer que seja o próximo adversário.

    Um abraço

    P.S.: Quanto aos «marretas» da TVI… palavras para quê?

  14. Acho que não há quem não tenha ficado irritado com a derrota de ontem, porque foi oferecida. Aliás como a de Braga. Mas, enfim, isso acontece aos melhores. – Ontem acho que o Hulk fez falta. Faltou força de remate, e de cruzamento para a cabeça do Cha. A equipe jogou muito bem até à definição do remate/cruzamento e aí… falhou redondamente.
    Tão simples que foi o nosso golo. Tivessem jogado simples mais três vezes e mais três tinham entrado!…
    E, isso é um problema. Quem é que vai fazer os cruzamentos? O Varela está sem baterias. O James a jogar noutro lado…. Danilo e Alex Sandro ? ao menos o Lucho o Moutinho e o Fernando tinham de disparar… ja´para não falar no James que tem me parece andar com baterias fracas…

    Bem, a ver vamos.

    (Não gostava de confessar isto, porque não lhe desculpo a atitude, mas ontem ao vê-lo na bancada, tive saudades do AVB…)

Deixar uma resposta