Baías e Baronis – Rio Ave 1 vs 3 FC Porto

É uma vitória que assenta bem e apesar da qualidade do nosso futebol não ter sido nada que me faça lançar foguetório, a verdade é que conseguimos sacar três pontos num campo complicado. O jogo foi melhor, mais solto mas polvilhado por enormes nuvens de incerteza pela lentidão de longos momentos da partida e pela constante intrusão das falhas defensivas, onde Otamendi esteve hoje em grande nível…negativo. As notas explicam melhor, vamos a elas:

(+) A troca (no terreno) do triângulo do meio-campo. Há naturalmente um enorme beneficiado com a cambiante 1-2 do meio-campo: Fernando. Não há dúvida que joga melhor quando está solto, a controlar a “sua” zona sem o atropelo de ter um homem a seu lado nem com a prisão de manter um contacto directo com ele. A verdade é que Lucho joga melhor quando está mais recuado (apesar de hoje não ter estado em grande nível) e o facto de ser ele a ocupar aquela posição faz com que o triângulo vá rodando com a posse de bola, mas é Fernando que aproveita a liberdade da melhor forma. Fonseca, por favor, mantém os gajos neste esquema. Dá muito mais moral aos rapazes.

(+) Carlos Eduardo. Entrou para a equipa cheio de vontade, sem pressão e com fome de bola. Ainda lhe falta ritmo e persiste nalgumas quedas parvas quando perde o controlo da bola e a trajectória que quer traçar. Mas mostra o que Lucho não tem conseguido mostrar nos últimos jogos: pega na bola, corre com ela e mexe com o jogo. É um bom exemplo que este rapaz representa, aquela noção que por vezes uma passagem pela equipa B a ganhar ritmo e a mostrar qualidade fazem maravilhas por um jogador. Com Carlos Eduardo, parece ter funcionado. Espero pelos próximos jogos para confirmar a valia do moço.

(+) Maicon. Está em boa forma e acima de tudo está a jogar simples como aprendeu a fazer em virtude das circunstâncias…diria populares. É isto que eu quero de um central, carago: um gajo alto, forte, que jogue bem de cabeça, marque golos em livres cruzados para a área e limpe a bola da zona defensiva ao biqueiro. Isso é o mínimo que peço e Maicon continua a montanha-russa que tem sido a sua carreira no nosso clube. Nunca será um jogador que põe a malta indiferente. Love him or loathe him, é o central em melhor forma no FC Porto.

(-) Otamendi não está bem. Parece que há sempre um defesa que me vai andar a comer a mioleira durante o ano e nesta altura é o argentino. Já foi Mangala e Alex Sandro tem também papel importante na estupidificação de alguns lances com bola controlada na defesa, mas Otamendi está a bater qualquer um aos pontos porque está a tomar as opções erradas em quase todas as jogadas em que é interveniente. O primeiro golo é culpa sua, pela saída absurda da posição para interceptar uma bola impossível. E só não sofremos um segundo pelo mesmo lado porque Helton defendeu e Maicon cortou para canto. Merecia o tratamento do costume: umas chibatadas do Paulinho, às quais somava um banhinho em alcatrão e uma bela cobertura em penas. E um ou dois jogos na bancada.

(-) Jackson, apesar do golo. Demasiado complicativo e a jogar quase sempre para as costas, sem ver sequer se um colega estava pronto para receber a bola. Marcou o golo, mas espero sempre mais dele do que perder bolas consecutivas e desperdiçar ataques como um ricaço a acender charutos com notas de quinhentos. Implorei a Fonseca que o tirasse a meio da segunda-parte, mas acho que o mister só me ouviu aos 88 minutos. Como de costume.

(-) Licá não pode ser extremo. Não pode. Criou duas jogadas de perigo quando apareceu na pequena área. Não conseguiu um lance decente pela linha. Tem sido uma constante em quase todos os jogos de Licá pelo FC Porto e questiono se pode ter lugar no onze se não cumpre na posição onde é colocado. Gosto do rapaz, luta muito e ajuda a equipa sempre que pode…mas as lacunas técnicas e tácticas podem lixar-lhe a vida a curto prazo.


Vencemos bem mas tive as minhas reservas, especialmente depois de ter reparado que a minha filha estava vestida com um casaco de malha…com riscas verticais verdes e brancas. Agoeirenta, a estuporada, mas ao que parece deu sorte. Sai um casaco vermelho quando formos à Luz!

7 comentários

  1. “Merecia o tratamento do costume: umas chibatadas do Paulinho, às quais somava um banhinho em alcatrão e uma bela cobertura em penas.” :D…ahahahah!

  2. Foi um jogo de varias confirmacoes:
    – Confirma-se que este Danilo versao 13/14 e o melhor que ja tivemos
    – Confirma-se que o treinador deve ter percebido (ao cabo de 5 meses) o que todos os adeptos ja perceberam ha muito : que o Lucho nao pode jogar colado ao PDL.
    – Confirma-se que o Eduardo e de facto um reforco importante.
    – Confirma-se que ter um jogador com transporte de bola, agil e que saiba jogar entre linhas atras do PDL, da outra dinamica ao jogo da equipa.
    – Confirma-se que o Otamendi esta melhor sentado ao lado do Fabiano do que em campo
    – Confirma-se que o Maicon e muito melhor quando nao inventa – RAMALDENSE!!!
    – Confirma-se que o Kelvin tem que jogar muito mais.
    – Confirma-se que o Varela e um jogador interessante quando decide comparecer ao desafio.
    – Confirma-se que o pobre do Lica nao acrescenta nada a esta equipa…antes pelo contrario.

    Pela primeira vez em muito tempo, sai satisfeito de um jogo do FCP. Sera que o Fonseca esta a aprender algo?

  3. Mais uma vez (que novidade), concordo com a análise feita.
    O Porto ganhou, os assobiadores desaparecem. Meu caro Jorge, parece que só tem clientela quando o nosso clube perde ou empata. As pitonisas da desgraça nas vitória não encontram terreno fértil para destilarem o fel que as preenche…

  4. A troca do triângulo? Mas que troca?! Então não ouviste o Paulo Ferreira a dizer que foi tudo igual…
    Nós é que vemos todos mal!

    Esperemos que seja desta que ele perceba que isto vai bem melhor com Fernando sozinho e com Lucho uns bons metros a trás… agora é esperar para ver os dois próximos jogos, ver se há ou não evolução na equipa e ver o que mercado de Janeiro nos traz. A verdade é que ontem foi melhor que muito do que já vimos esta época, mas ainda pouco para o que devia de ser.

  5. Bom dia,

    Gosto muito deste blog. Cheio de coisas interessantes e com um aspecto gráfico dos mais bonitos que se podem ler sobre o nosso futebol.

    É, apesar da minha filiação clubistica diferente, uma leitura diária.

    Gostei neste post em particular da referência ao bom gosto, em relação às cores, da camisola da sua filha ;).

    Hoje para além da leitura normal, fui espreitar o manifesto. Fiquei duplamente agradado. 1º não é normal tão elevada transparência, 2º porque encontrei outro fan de Dune.

    Por acaso a mim (que li os livros todos) as sequelas, as prequelas …. não me sai da cabeça o inicio do filme em que a mesma frase, ligeiramente simplificada sai naquela voz doce …

    “A beginning is a very delicate time …”

    Muito bom blog “indeed”. A minha porta de entrada quando quero ler opiniões sobre o Porto (a cidade da minha infância ..).

    Abraço

    paulo

Deixar uma resposta