Hindsight

Jorge: como sempre, quando as coisas correm mal há logo críticas a todos…treinador, jogadores, empresários, Antero, NGP…
Amigo do Jorge: fdx o que está mal até um leigo como eu viu logo
Amigo do Jorge: sem extremos de raiz
Jorge: hindsight is 20/20
Amigo do Jorge: estavam à espera de q? más decisões desportivas, falta saber em benefício de q?
Amigo do Jorge: não me digam que há falta de bons extremos por aí, dás um chuto numa pedra e aparecem 10
Jorge: nao houve interesse em contratá-los
Jorge: sabes se por culpa do treinador ou da direccao?
Amigo do Jorge: oh Jorge…da direcção, claro
Jorge: nao conseguiam meter dinheiro ao bolso? achas? nao faço ideia, nao opino sobre teorias
Amigo do Jorge: tá mal
Jorge: nao sei se está mal, mas só assim é que funciono
Amigo do Jorge: se vamos opinar sobre factos consumados, vais opinar sobre quê? sobre o leite derramado?
Amigo do Jorge: tudo que é empresa e demora a reagir às adversidades morre
Jorge: nao falo de reagir a adversidades, falo de decisões tomadas em determinadas alturas que por vezes correm melhor que outras
Jorge: nem sempre se acerta
Amigo do Jorge: sinceramente, há quantos anos não temos uma pre-época bem planeada?
Amigo do Jorge: vendemos o Moutinho e o James no fim de época, tivemos mais que tempo para encontrar soluções
Jorge: correcto
Amigo do Jorge: isto não é do treinador
Jorge: por isso é que te digo que se calhar as soluções nao passam só pela escolha de A ou B por parte da direccao
Amigo do Jorge: isto é da direcção
Jorge: nao sei a que nível o treinador está envolvido. presumo que pouco tendo em conta que acabou de chegar
Amigo do Jorge: depois do Ismaylov e Liedson em Janeiro, sabes bem que o treinador manda bolha
Jorge: o anterior sim, este nao faço ideia
Jorge: mas sim, dá ideia de alguma autocracia…talvez para se defenderem de Mourinhos
Amigo do Jorge: bollocks
Jorge: again, perhaps
Jorge: o nosso modelo é que pode estar em declínio, especialmente quando aparecem outros com o mesmo tipo de scouting que nos pincham os gajos mal a imprensa começa a perceber quem são os alvos e aí sim, podemos dizer que estamos a ser parvinhos mas também por isso tem havido um maior investimento nos putos
Amigo do Jorge: descreve investimento nos putos…
Jorge: o caballero, mais os belgas, o sérvio… alguns portugueses que vão sendo escolhidos com algum critério
Jorge: o modelo está a esgotar, temos de olhar para dentro e acho que eles já perceberam isso. com números, não conjecturas. e se a equipa principal nao está a corresponder, também corresponde a uma falha do treinador
Amigo do Jorge: desculpa, mas olhar para dentro é contratar sérvios, mexicanos e franceses?
Jorge: olhar para dentro quer dizer formação
Amigo do Jorge: tretas
Jorge: quero lá saber de que nacionalidade são
Amigo do Jorge: bull bull bull
Jorge: podem ser da antártida
Amigo do Jorge: mais parece que a equipa A serve a B do que ao contrário
Jorge: not quite, mas é disso que falo
Amigo do Jorge: quantos jogadores da B tiveram oportunidades na A?
Jorge: porra…mas é disso que falo!
Amigo do Jorge: a B serve para quem não joga na A ir rodando
Jorge: quem toma as decisoes acerca de quem joga ou nao?
Jorge: quem é que faz as convocatórias?
Jorge: vais culpar o Antero pelo Ghilas entrar aos 88 minutos? ou o Kelvin nao ser chamado?
Amigo do Jorge: não, claro que não
Jorge: a culpa das más exibições, não me fodam, é do treinador
Jorge: podíamos perder os jogos na mesma, mas via-se luta
Amigo do Jorge: mas quem é que contratou esta next best thing? analisaram a filosofia de jogo dele? viram se se adaptava ao modo como uma equipa grande tem de jogar?
Jorge: aí é outra coisa…a culpa é do primeiro-ministro quando um psp dá um tiro noutro gajo…
Jorge: talvez tenham pensado que se adaptava melhor…é como te digo, hindsight
Amigo do Jorge: não, há 2 ou 3 gajos que gostam é de putase as coisas correm bem
Jorge: estás a ser redutor
Amigo do Jorge: 4 ou 5?
Jorge: é mais um problema, é assumir sempre que esta merda se trata de um ou dois gajos que gostam de putas
Jorge: por muito que haja negociatas, dinheiro metido a bolsos estranhos…a verdade é que há decisões para tomar e nenhuma delas é tomada com leveza de espírito…pelo menos nao acredito nisso
Amigo do Jorge: fdx não há leveza de espírito há incompetência então
Amigo do Jorge: either way, they lose
Jorge: como é que há incompetência quando perdemos o segundo jogo para o campeonato em quatro anos?! não entendo isso. é mas é um bom padrão do nosso grau de exigência
Amigo do Jorge: dude…5 jogos sem ganhar
Jorge: perdemos um jogo para o campeonato, seguido de várias paupérrimas exibições
Jorge: nao questiono
Amigo do Jorge: esquece os 10 anos passados, o que interessa é o agora
Jorge: aham…
Jorge: yeah yeah
Amigo do Jorge: se não corriges agora poderás perder no futuro. tens de ser proactivo e não conhó.
Jorge: de acordo mas já começa a opinião de terra queimada a botar sal em tudo que vê
Amigo do Jorge: não…
Jorge: a começar pelos atrasados que vão atirar tochas ao autocarro, seguindo pelos cafés onde, como de costume: “este treinador nao percebe nada disto” e “a direcção é incompetente”
Amigo do Jorge: oh fdx, tá bem, eu estava lá e atirei três calhaus, infelizmente a minha pontaria não é grande coisa…o gajo do corsa é que não vai ficar muito contente ;)
Amigo do Jorge: somos portistas. somos exigentes. não é preciso ganhar sempre
Amigo do Jorge: mas caralho, é preciso tentar ganhar sempre
Jorge: é preciso luta e garra e força e agressividade
Jorge: e a falta delas é culpa…de quem?
Jorge: tell me…tell me now…shout it up to the sky!
Amigo do Jorge: um zombie no banco com uma equipa a cagar a posta em campo e uma direcção que dá palmadinhas nas costas ao treinador
Amigo do Jorge: uau
Jorge: dá-se palmadinhas até ao ponto em que se pára de dar
Amigo do Jorge: bem, whatevs
Jorge: ou achas que a gestão do FCP é o que é por demitir treinadores em dois meses? esta merda nao é o sporting!
Amigo do Jorge: vou mas é almoçar
Jorge: eu também

É pena que só nestas alturas se possam ter conversas mais aprofundadas sobre a bola. Mas ao menos fala-se, não se atiram pedras.

Estado de alma

Conversa no passado dia 30 de Abril, no dia seguinte à vitória do Benfica na Madeira:

Portista nº 2: foi quase
Portista nº 1: foi por um autogolo
Jorge: estrelinha, meus amigos
Portista nº 2: sem duvida
Portista nº 3: pá, não vi
Portista nº 1: nem eu, mas vi o resultado
Portista nº 3: qual foi? nem isso ainda vi
Portista nº 1: 1-2
Jorge: só vi o segundo golo e o primeiro do maritimo, nem vi se foi penalty ou nao
Portista nº 2: diga-se que o 1º do slb é um penalty aos 2 minutos
Portista nº 1: que foram marcados pelo mesmo gajo
Portista nº 2: e é penalty !! limpinho
Portista nº 3: é a sério?
Portista nº 2: o defesa do maritimo, teve uma paragem
Portista nº 3: ok então, é ver a conta bancária desse gajo que deve ter aumentado
Jorge: nah, o auto-golo foi acidental
Portista nº 2: sim sim
Jorge: enfim, a minha esperança está no chão e receio que lhes entreguemos o campeonato na Madeira
Portista nº 1: I am surprised it lasted this far
Jorge: always does, dude
Portista nº 1: nah
Jorge: sempre pessimista, sempre esperançoso
Portista nº 1: vamos vencer os proximos 3 jogos e morrer na praia
Portista nº 2: a questão é, podemos não ser campeões, podemos não ter uma unica derrota e podemos ter mais pontos que no ano passado
Portista nº 3: Sim.
Jorge: sucks, don’t it
Portista nº 3: Acho que não se pode dizer que o FCP fez um mau campeonato. O SLB é que foi muito melhor que o normal…
Jorge: mais do que nunca, prova-se que o que lixa um clube é perder pontos contra equipas de caca…rios aves e olhanenses
Portista nº 2: exactamente
Jorge: e os desperdícios que um gajo na altura até pensa que são recuperáveis…aqueles jogos de brincadeira em que os jogadores acham que mais cedo ou mais tarde marcam…dá borrada
Portista nº 1: sobretudo quando este campeonato está muito fraco…
Jorge: de acordo. aquele empate em Vila do Conde ainda me está atravessado na goela
Portista nº 2: pior que isso, é o empate em casa contra a olhanense
Jorge: esse foi mais azar e o penalty falhado
Portista nº 2: era o que ia dizer
Jorge: o de Vila do Conde…foi a atitude, jogar à grande. somos os maiores e depois chega um ou outro bardamerdinhas e joga humilde, com garra, com empenho, muito mais que os nossos…e pum, está o caldo entornadíssimo
Portista nº 3: Lessons learnt
Jorge: o problema é mesmo esse! Lessons NOT learned! desperdiçam-se estes pontos fáceis há anos e conta-se que o “outro” está pior que nós e a gente safa-se nos clássicos e tal
Portista nº 2: é derrapam tb e tal
Jorge: exacto…e depois andamos a chorar pelos cantos e a rezar por missões impossíveis…”se eles empatarem em casa contra o Moreirense…isso é que era!”
Portista nº 2: no ultimo jogo
Jorge: exacto
Portista nº 2: era mto melão
Jorge: é uma questão de mentalidade e a nossa tornou-se facilitadora
Portista nº 2: fdx, eles nao saíam de casa
Jorge: ainda tenho esperança, mas…
Portista nº 2: eu não
Portista nº 1: SNAP THE FUCK OUT !!!
Jorge: nao consigo. até ao fim, até aos 98 minutos do ultimo jogo, quando marcarem o golo da vitoria em fora-de-jogo
Portista nº 3: Eu acho que este ano não vamos lá. Quando podíam ter perdido pontos, o arranjinho solucionou-lhes o problema. Tirando isso, estão muito fortes. Por isso, não estou a ver.
Jorge: oh foda-se lá para o arranjinho! até agora houve 27 jogos
Portista nº 3: Sim sim
Jorge: se nao temos 81 pontos, a culpa é nossa
Portista nº 3: Não estou a dizer que foi um jogo que fez a diferença. Estou só a falar dos útlimos tempos. Aquele jogo podia fazer a diferença para esta fase final. Com o SCP perdemos 2 pontos.
Jorge: mais um bom exemplo
Portista nº 3: Eles tb poderiam ter perdido. Mas não perderam.
Jorge: mas esse é um clássico, é mais difícil per se
Portista nº 3: Mas sim, o FCP só se pode queixar de si proprio sem dúvida
Jorge: that’s my point
Portista nº 3: E o VP, fica?
Portista nº 2: não
Jorge: nao creio, mas também não acreditava que ficasse mesmo sendo campeão. ele tem culpa nalgumas coisas, continuo a não achar que tenha culpa de tudo e é fácil atirar com sacos de merda à cara do treinador, mas a verdade é a que o Portista nº 2 disse, podemos acabar isto com mais pontos que ano passado e sem derrotas
Portista nº 3: Sim. E é assim, tivemos dois empates em que o avançado desperdiça duas grandes penalidades. E são esses 4 pontos que nos tiram da luta. O treinador não tem culpa desses falhanços.
Portista nº 1: e porque nao sao os do Rio Ave?
Portista nº 3: ?
Portista nº 1: e porque nao são os da merdosa arbitragem do Duarte Gomes na primeira jornada?
Portista nº 2: sabem o que mais me chateia nisto
Jorge: porque isso é tapar o sol com a peneira
Portista nº 2: é precisamente isto que o Portista nº1 acabou de dizer
Jorge: é sempre a mesma merda, atirar para o canto
Portista nº 2: a culpa é dos arbitros
Jorge: a culpa nunca é nossa
Portista nº 2: exactamente
Portista nº 1: ide todos para o c****inho, não era isso que eu estava a dizer
Portista nº 2: nós trabalhamos em software houses, nunca dizemos a culpa é do JAVA, é do C#
Portista nº 3: Eu não estava a falar dos árbitos
Portista nº 1: estava a dizer que estão a pôr o problema no avançado porque falhou 2 penaltis
Jorge: ?!
Portista nº 3: Não só mas também.
Jorge: tu nao leste a conversa. estou a culpar a atitude, nao os actos individuais.
Portista nº 3: Nos momentos de decisão, é preciso decidir.
Jorge: também, e eu partilho dessa opinião
Portista nº 1: foi a isto que eu retorqui
Jorge: e os outros pontos perdidos por parvoíce
Portista nº 3: Olha o Cardoso. Nos penlaties, mete-as lá dentro quer esteja 5-0 ou 0-0
Portista nº 1: ou falha 2 no mesmo jogo, também já aconteceu
Portista nº 3: Sim
Portista nº 1: acontece, fdx
Portista nº 3: O problema é o colectivo
Portista nº 1: o jackson tem 26 golos, falhou 2
Portista nº 3: Era isso que eu estava a dizer.
Portista nº 1: penaltis, uuuu
Portista nº 3: Quando o Jorge estava a falar do VP
Portista nº 1: o problema foi nao criarmos mais oportunidades de golo para que falhar um penalti fosse irrelevante
Portista nº 3: Eu apenas estava a dizer que a culpa não é toda dele e dei o exemplo do avançado. Mas posso arranjar mais exemplos de falhanços colectivos. Temos casos do Danilo, paragens cerebrais do Otamendi…e o VP tb tem culpa, sem dúvida.
Portista nº 1: VP tem culpa na atitude dos jogadores
Jorge: correct on both accounts, é isso que tenho vindo a dizer há meia-hora
Portista nº 3: Mas daí a ser só culpa dele, não me parece
Portista nº 2: tem, tb tem coisas boas, para mim tornou o Fernando num jogador ainda mais completo
Portista nº 3: O campeonato português está a ficar num nível em que os dois do costume vão ganhar tudo e o campeonato decide-se nos confrontos directos entre eles.
Portista nº 3: O resto é mato!
Portista nº 2: tipo escocês…já é assim há uns tempos
Portista nº 3: E agora com mais equipas mais mato vai ser
Portista nº 2: de vez em quando é que aparece o SCP
Jorge: tem sido assim no século XXI, quase exclusivamente
Portista nº 2: o Portista nº 1 agora diz !!!! então no sec XXI, tem sido só uma equipa!
Portista nº 3: @Portista nº 2: quando disseste SCP querias dizer SCB?
Jorge: esses estão na descendente…deixa-os vender mais um ou dois gajos e vão voltar a andar em 3º ou 4º
Portista nº 3: Sim, quando saiu o Lima
Jorge: ou achas que é com Rubens Micaeis e Nunos Andrés Coelhos que conseguem ser campeões?
Portista nº 2: esse Lima, foi daqueles que mto se falou que ia para o FCP, qdo ainda estava no belenenses
Jorge: yup
Portista nº 3: Não. Nem estava a falar em serem campeões. Era mais em dar mais um bocadito de luta. Porque para campeões, o clube é restrito e reduzido a 2 pelo menos nos próximos 10 anos.
Jorge: talvez 10 anos seja demais
Portista nº 3: Não vejo mais nenhum a ir lá, SCP ainda demora muito tempo para se levantar e o resto… é… MATO!

(…)

E é neste ponto que vamos andando…

Ouve lá ó Mister – Vitória Setúbal


Amigo Vítor,

Não te invejo a sorte, garanto. Este é um jogo que apesar da importância que tem para a competição a que se refere, poucos gostariam de ter de jogar. Por um lado, tens muita sorte se tiveres cinco mil pessoas nas bancadas, e com a chuva e frio que aí vem, talvez nem isso. E olha que há entradas à borlix para quase trinta mil, o que não seria nada mau para passar um final de tarde a ver a bola no estádio preferido de toda a gente de bem, mas que poucos, diria muito poucos vão aproveitar, eu incluído. Ainda por cima é daqueles jogos que se venceres, ninguém te dará mais que uma palmadinha nas costas e um “meh, até nem correu mal” a caminho do balneário, rodeado de meia-dúzia de tímidos aplausos. Mas se perderes, não tenho dúvida que meio-mundo te vai cair em cima com a raiva de duzentos titãs furiosos, incapazes de perceber o porquê de tal descalabro. E somando todos os factores incluídos na simples verdade de noventa e nove ponto nove por cento dos portistas estarem já a pensar no jogo do próximo domingo, não há muita gente que dê um prepúcio cortado para ver a bola.

Vou estar a trabalhar e se um jogo para a Taça da Liga contra o Setúbal já não entusiasma um miúdo com uma boa dose de anfetaminas no organismo, o horário ainda vem atirar mais duas pazadas de areia para os olhos dos adeptos. Lindo, não é? E tu, profissional semi-liberal, lá estarás com os teus muchachos a dar o corpinho ao manifesto e a tentar fazer com que nos apuremos para a próxima fase desta pseudo-competição de elite. Devo ver o jogo óspois, em diferido, porque não quero que penses que te estou a desprezar, longe disso. E olha que gostava imenso de ver algumas alterações no onze, mesmo que possa significar que a qualidade do jogo poderia ser sacrificada em função de introduzires algum sangue novo na tua equipa. Não digo que metas o Tozé ou o Quiño a titulares, mas talvez possas fazer com que alguns dos “bons” descansem. Tu é que os conheces, não sou eu, eu só os vejo ao longe e parece-me gente de bem, por isso decide lá como quiseres. E faz lá o favor, ganha o jogo, descansa a malta de dentro e de fora e deixa-nos preparar mentalmente o jogo de domingo em paz com as nossas almas. Força, rapaz, e leva um guarda-chuva.

Sou quem sabes,
Jorge

Ouve lá ó Mister – Estoril-Praia


Amigo Vítor,

Estou de volta. Foi uma semana intensa, com um misto de preparação para o Natal, a jantarada da véspera, os dois banquetes do dia, trabalho, mais algum trabalho, muito vinho e algum alheamento da bola para lá do Boxing Day. E devo-te dizer que ainda não me sinto cheio de força para voltar ao activo bloguístico, mas sei que a vou ganhando à medida que o FC Porto também regressa ao trabalho. E hoje já tenho alguma alegria futeboleira nos meus finais de tarde porque vou poder ver o meu clube, finalmente. Pá, desde o jogo com o Moreirense que não vejo as nossas camisolas em campo num jogo ao vivo ou em directo! É uma tristeza, não se faz e espero que não volte a ficar tanto tempo ausente do FCP a meio de uma temporada. Estás avisado, vê lá o que podes fazer quanto a isso.

E no que diz respeito à futebolada de hoje, é para ganhar, como sempre, mas sem pressão. Já vi que o Kleber se estourou todo, o Itúrbico está pronto para jogar na Argentina uns meses (ou anos, dependendo do que o moço crescer, não é? é.) e ainda no outro dia vi uma notícia que dizia que o Dínamo Zagreb queria o Kelvin. Raios me partam se não fiquei a olhar para o monitor do meu portátil a pensar se era mesmo a sério. Enfim, já vi que o convocaste e também fizeste o mesmo com o Quiño (não é o da Mafalda, pois não? é que este pode vir a dar jeito…) e o Sebá. Não digo que é a altura certa para lhes dar minutos, porque já sabes que se ganhas o jogo estás quase nas meias-finais e não era nada mau se lá conseguíssemos chegar. Por isso avança com os melhores e depois, se o jogo correr bem, deixa lá o Sebá calçar as botinhas e estrear-se nos As. Mas pensa sempre que há mais malta que precisa de minutos e que merece mais que o puto.

De qualquer forma, quero é ver bola. Jogainde em condições, fazeindes favor!

Sou quem sabes,
Jorge

Os sósias dos Bs

Regresso à equipa B. Enquanto via o jogo no Domingo contra o Tondela, passavam-me pela cabeça diversos pensamentos. Será que o perú ainda está em condições para comer ao almoço? Quanto é que paguei para lavar o carro ontem de manhã? A que horas é que tenho de sair de casa para estar na Feira do Mirtilo a tempo de assistir ao seminário: “Míldio: o inimigo silencioso” ? Mas de todas estas, havia uma que me atravessava o córtex com mais insistência: “Quem é que este gajo me faz lembrar?”. E isto aconteceu com vários jogadores, por isso decidi juntar uma pequena lista daqueles que serão putativos dopplegangers dos nossos jogadores da B. Limito a selecção aos nossos antigos jogadores, para que o termo de comparação seja mais prático. Aqui vai:

Jogador da B Doppleganger ex-FCP Razões, absurdas ou não
Dellatorre Derlei Rápido, remate pronto, muito móvel e disposto a recuar no terreno para ajudar os colegas.
Fábio Martins Tarik Brincalhão, quase sempre a mesma finta, faz uma jogada brilhante e desaparece do jogo no minuto seguinte.
Tiago Ferreira Ricardo Carvalho É inteligente com a bola, não inventa lances impossíveis e é prático no corte mas consegue sair com a bola controlada. Perdoem-me a heresia, mas se o David Luiz alguma vez tivesse lutado pelas forças do bem, também podia ser parecido.
Stefanovic Kralj O jogo aéreo está ao nível do nosso ex-gigante sérvio. Espero que a miopia não seja idêntica. Espero estar muito enganado. MUITO enganado.
Victor Luiz Benítez Fraco no 1v1, excessivamente duro nas entradas ao adversário e com fraco posicionamento na cobertura da zona central
Mikel Peixe com a técnica do Vinha Rapaz…as intercepções são boas…mas tens de te focar na bola. SÓ na bola. E passa uma hora por dia a chutar bolas para uma parede. Vais ver que o teu controlo do esférico melhora.
Sérgio Oliveira Bino à velocidade de Bolatti Lento demais, com poucos passes de ruptura e uma incapacidade tremenda de vencer no 1v1 com adversários que pesem mais de 30 kg.

Se alguém se lembrar de mais algum, força.