Ouve lá ó mister! – Olhanense

André, mister!

Pá, ao fim de cinco semanas desta treta e já vamos à frente? Porra, é melhor do que pensava, tou-te a dizer, ainda outro dia estava no café a falar com o Zé Tó, aquele das tatuagens de Angola’71 e Aleixo’09, e o gajo me dizia: “É, estaindes todos com a puta da mania que bamos ganhar outra vez mas num sei se bamos”, e antes de lhe corrigir a gramática tive de lhe corrigir a semântica. Pois, eu sei que percebes.

Não sei se este é o melhor jogo para descansar a malta. Achas que o CSKA vale alguma coisa? Se fôr parecido com o Rapid não vamos ter grande problema mas se calhar encostavas o Álvaro, o Varela e o Falcao para não andarem todos rotos até ao fim dos jogos. Que tal o Emídio, o Ukra e o Walter? Isso é que era olha que a malta começa a ficar chateada com o Rolando e se o gajo não se põe fino…mas tu é que sabes!

De qualquer forma tem cuidado com o Olhanense. Quantos mais jogos ganhares maiores são os talentos nos adversários que a imprensa vai descobrir. Agora é a melhor defesa do campeonato. Se ganharmos a estes os próximos vão ser “a revelação da temporada” e por aí fora. Há sempre alguma coisa para te tolher a vida, rapaz, tem cuidado!.

E anda praí o Moretto armado em campeão. Um golos sofrido? Agora tem a mania que é guarda-redes e só sofreu um golinho para a amostra. Em 5 jogos? Porra, nem parece o mesmo anormal que aqui há uns anos fugia da bola como um haitiano de um boneco de búdú. A lapada que levou no aeroporto deve-lhe ter feito bem.

Vamos lá mas é ganhar isso. A malta quer continuar com a moral toda para chegar ao trabalho na segunda-feira e ganir: “Já só faltam 24, carago!”

Sou quem sabes,
Jorge

Villas-Boas no site da FIFA

Ser treinador de futebol aos 32 anos não é para qualquer um. Ser treinador de um grande clube aos 32 anos é ainda menos provável. Ser treinador principal do FC Porto, lutar pelo título português e começar uma temporada com nove vitórias consecutivas parece impossível para quem tem apenas 32 anos. Mas não é. André Villas-Boas é o novo rosto do Dragão e está a justificar plenamente a enorme fé e confiança que dois grandes nomes do futebol mundial tiveram nele.

A ler no site da FIFA, aqui.

"Just shut up and show more football"

Brian Clough é um dos meus heróis no mundo da bola. Houvesse mais alguns como ele (e em Portugal o maior candidato é Jorge Jesus, o que é louvável) e o futebol estaria muito melhor.

É assim que um treinador de futebol responde a perguntas inócuas e sem interesse para o jogo “per se”, feitas por jornalistas incompetentes e mal-intencionados:

Pelas conferências de imprensa que tenho vido e lido, Villas-Boas está no caminho certo. Mas prefiro que fale mais de futebol e ligue menos a fait-divers.

EDIT: antes que comecem com parvoíces, isto não é uma crítica ao nosso treinador, carago!!!

Falsos moralismos

Não quero estar sempre a mandar bitaites contra o Benfica até porque este é um blog sobre o FC Porto e não contra o Benfica ou contra quem quer que seja. Talvez contra o Rui Gomes da Silva, mas nem sempre. No entanto, este video não consigo deixar passar despercebido e acho que toda a gente devia ver, portistas, benfiquistas, amantes de futebol, todos. O video ilustra algumas situações que se têm passado e que mostram que nem sempre devemos acreditar em tudo o que nos dizem e que há sempre dois lados em cada história. As pessoas habituam-se a não pensar pela sua própria cabeça e a não analisar os factos e depois acabam por falar demais sobre assuntos sobre os quais não estão bem informados.

O problema principal é que ninguém sai bem disto. Ninguém. Porque o FC Porto nem sempre dá a cara por actos aberrantes de alguns adeptos e porque o Benfica, criticando-o, faz o mesmo. E quem tem a perder com isto tudo é o desgraçado do adepto que gosta da bola e que preferia ver a bola sem ter de ligar a estes fáite-daibers, como dizia o outro imbecil…